4.3. Preparando os arquivos para a inicialização usando um memory stick USB

Para preparar um memória stick USB, será necessário um sistema onde o GNU/Linux já esteja sendo executado e que tenha suporte a USB. Tenha certeza que o módulo do kernel usb-storate está carregado ( modprobe usb-storage) e tente achar o dispositivo SCSI que recebeu a associação com a memória stick USB (neste exemplo será usado o dispositivo /dev/sda). Para gravar em sua memória stick primeiro desative a proteção contra gravação.

Note que a memória stick USB deverá ter pelo menos 256MB de tamanho (é possível usar tamanhos menores, se seguir os passos descritos em Seção 4.3.2, “Copiando os arquivos — o método flexível”).

4.3.1. Copiando os arquivos — o método fácil

Existe um arquivo tudo em um chamado hd-media/boot.img.gz que contém todos os arquivos do programa de instalação (incluindo o kernel) também como o SYSLINUX e seu arquivo de configuração. Você terá somente que descompacta-lo diretamente para sua memória stick USB:

# zcat boot.img.gz > /dev/sda

Atenção

Usando este método tudo o que já estiver no dispositivo será destruído. Tenha certeza de que você está usando o nome correto do dispositivo para a sua memória USB.

Após isto, monte a memória stick USB (mount /dev/sda /mnt), que agora terá um sistema de arquivos FAT dentro dele e copie a imagem ISO Debian netinst ou businesscard para lá (veja Seção 4.3.3, “Adicionando uma imagem ISO”). Note que o nome de arquivo deverá finalizar em .iso. Desmonte a memória stick (umount /mnt) e você terá concluído.

4.3.2. Copiando os arquivos — o método flexível

Se quiser mais flexibilidade ou apenas deseja saber o que está acontecendo, você deverá usar o seguinte método para armazenar os arquivos em sua memória stick.

4.3.2.1. Particionamento de memória stick USB na AMD64

Nós iremos mostrar como configurar uma memória stick para usar a primeira partição ao invés de todo dispositivo.

Nota

Como a maioria dos dispositivos stick USB vêm com uma partição contendo um sistema de arquivos FAT16 já configurada, você provavelmente não precisará reparticionar ou reformatar o stick. Se tiver que fazer isto de qualquer forma, use o cfdisk ou qualquer outra ferramenta de particionamento para criar a partição FAT16 e então crie o sistema de arquivos usando:

# mkdosfs /dev/sda1

Tenha atenção de usar o nome de dispositivo correto para o stick USB. O comando mkdosfs vem junto com o pacote da Debian dosfstools.

Para iniciar o kernel após a inicialização da memória stick USB, nós precisaremos colocar um gerenciador de partida na memória stick. No entanto, qualquer gerenciador de partida (e.g. LILO) deverá funcionar. É conveniente usar o SYSLINUX pois ele usa uma partição FAT16 e pode ser configurado apenas com a edição de um arquivo de textos. Qualquer sistema operacional que suporte o sistema de arquivos FAT poderá ser usado para fazer alterações na configuração do gerenciador de partida.

Para colocar o SYSLINUX em uma partição FAT16 de sua memória stick USB, instale os pacotes syslinux e mtools em seu sistema e execute:

# syslinux /dev/sda1

Novamente, tenha atenção ao usar o nome de dispositivo. A partição não deverá estar montada ao iniciar o SYSLINUX. Este processo grava um setor de partida na partição e cria um arquivo ldlinux.sys que contém o código do gerenciador de partida.

Monte a partição (mount /dev/sda1 /mnt) e copie os seguintes arquivos de um repositório da Debian para a memória stick:

  • vmlinuz (binário do kernel)

  • initrd.gz (imagem inicial do disco ram)

  • syslinux.cfg (arquivo de configuração do SYSLINUX)

  • Módulos opcionais de kernel

Se quiser renomear os arquivos, tenha atenção ao fato de que o SYSLINUX somente pode processar nomes de arquivos no formato (8.3) do DOS.

O arquivo de configuração do SYSLINUX syslinux.cfg deverá conter as seguintes duas linhas:

default vmlinuz
append initrd=initrd.gz

4.3.3. Adicionando uma imagem ISO

O instalador irá procurar por uma imagem ISO do Debian na memória stick, já que ela é a fonte de dados adicionais necessários para a instalação. Assim o seu próximo passo é copiar a imagem ISO do Debian (businesscard, netinst ou até mesmo toda a imagem de um CD) para sua memória stick (tenha a certeza de escolher uma que caiba). O nome de arquivo da imagem deverá ser finalizado em .iso.

Se quiser instalar através da rede, sem usar uma imagem ISO, você deverá, é claro, pular o passo anterior. Ainda em tempo, você deverá usar um disco de memória ram inicial do diretório netboot ao invés do que se encontra em hd-media, porque o hd-media/initrd.gz não possui suporte a rede.

Quando terminar, desmonte a memória stick USB (umount /mnt) e ative sua proteção contra gravação.

4.3.4. Inicialização através da memória stick USB

Atenção

Caso seu sistema se recusar em inicializar a partir da memória stick, ela poderá conter uma MBR inválida (master boot record). Para corrigir isto, use o comando install-mbr que vem no pacote mbr:

# install-mbr /dev/sda