5.1. Inicializando o Programa de Instalação na AMD64

Nota

Para informações sobre como inicializar o instalador gráfico, veja Seção D.6, “O Instalador Gráfico”.

5.1.1. Inicializando o sistema através de um CD-ROM

O caminho mais fácil para a maioria das pessoas é usar um conjunto de CDs da Debian. Se tiver um conjunto de CDs e se sua máquina suportar a inicialização diretamente através de CD, ótimo! Simplesmente configure o sistema para dar a partida através de uma unidade de CD como descrito em Seção 3.6.2, “Seleção do dispositivo de inicialização”, insira seu CD, reinicie e prossiga até o próximo capítulo.

Note que algumas unidades de CD podem requerer controladores especiais e assim estarão inacessíveis nos primeiros estágios da instalação. Caso o método padrão de inicializar através de um CD não funcionar para seu hardware, revisite este capítulo e leia sobre kernels alternativos e métodos de instalação que podem funcionar para você.

Até mesmo se não puder inicializar a partir de um CD-ROM, você provavelmente poderá instalar o sistema Debian e seus componentes e qualquer pacote que procura pelo CD-ROM. Simplesmente inicialize usando outra mídia, como disquetes. Quando chegar a hora de instalar o sistema operacional, sistema básico e quaisquer pacotes adicionais, aponte o sistema de instalação para a unidade de CD-ROM.

Se tiver problemas durante a inicialização, veja Seção 5.3, “Problemas e Processo de Instalação”.

5.1.2. Inicializando através do linux usando o LILO ou GRUB

Para iniciar o programa de instalação através do disco rígido, você primeiro deverá baixar e gravar os arquivos descritos em Seção 4.4, “Preparando arquivos para a inicialização através do disco rígido”.

Se tiver a intenção de usar um disco rígido somente para a inicialização e então baixar o resto através da rede, você deve baixar o arquivo netboot/debian-installer/amd64/initrd.gz e seu kernel correspondente netboot/debian-installer/amd64/linux. Isto lhe permitirá reparticionar o disco rígido de onde iniciou a instalação, no entanto, você deverá fazer isto com cuidado.

Alternativamente, se tiver a intenção de manter uma partição existente no disco rígido inalterada durante a instalação, você poderá baixar o arquivo hd-media/initrd.gz e seu kernel, assim como copiar um CD iso nesta unidade (tenha certeza que o arquivo finaliza em .iso). O programa de instalação poderá então inicializar a partir do disco e ser instalado através da imagem de CD, sem precisar da rede.

Para o LILO, você precisará configurar duas coisas essenciais no /etc/lilo.conf:

  • para carregar o instalador initrd.gz durante a inicialização;

  • fazer o kernel vmlinuz usar este disco RAM como partição raiz.

Aqui está um exemplo do /etc/lilo.conf:

image=/boot/newinstall/vmlinuz
       label=newinstall
       initrd=/boot/newinstall/initrd.gz

Para mais detalhes, veja as páginas de manual do initrd(4) e do lilo.conf(5). Agora execute o lilo e reinicie.

O procedimento para fazer o mesmo com o GRUB é parecido. Localize o arquivo menu.lst no diretório /boot/grub/ (algumas vezes em /boot/boot/grub/), e adicione as seguintes linhas:

title  Nova Instalação
kernel (hd0,0)/boot/newinstall/vmlinuz
initrd (hd0,0)/boot/newinstall/initrd.gz

e reinicie.

Pode ser necessário alterar o valor de ramdisk_size para o tamanho da imagem do initrd. De agora em diante, não deverá existir diferenças entre o GRUB ou LILO.

5.1.3. Inicialização através de uma memory stick USB

Nós iremos assumir que preparou tudo de Seção 3.6.2, “Seleção do dispositivo de inicialização” e Seção 4.3, “Preparando os arquivos para a inicialização usando um memory stick USB”. Agora apenas ligue sua memory stick USB em algum conector USB livre e reinicie o computador. O sistema deverá inicializar e você verá o aviso de boot:. Lá você poderá entrar com argumentos opcionais de inicialização ou apenas teclar Enter.

5.1.4. Inicialização usando o TFTP

A inicialização através da rede requer que tenha uma conexão de rede e um servidor de inicialização TFTP (DHCP, RARP ou BOOTP).

O método de instalação para suportar a inicialização é descrito em Seção 4.5, “Preparando os arquivos para inicialização via rede usando TFTP”.

Existem vários métodos de inicializar através de TFTP na plataforma i386

5.1.4.1. Placas de Rede ou Placas mãe que suportam o PXE

É possível que sua placa de rede ou placa mãe tenha o recurso de inicialização através do PXE. Esta é uma reimplementação da Intel™ da inicialização usando o protocolo TFTP. Se tiver, você poderá ser capaz de configurar sua BIOS para inicializar através da rede.

5.1.4.2. Placa de Interface de Rede com o boot através da rede

Pode ser que sua placa de rede tenha a funcionalidade de inicializar via TFTP.

5.1.4.3. Etherboot

O projeto etherboot oferece disquete de inicialização e até mesmo ROMs de inicialização que fornecem suporte de inicialização usando o protocolo TFTP.

5.1.5. Parâmetros de inicialização

Quando o programa de instalação for iniciado, você deverá ver uma amigável tela gráfica mostrando o logotipo do Debian e o aviso de comando boot:

Pressione F1 para ajuda ou ENTER para inicializar:

No aviso de comando você poderá simplesmente pressionar a tecla Enter para inicializar com as opções padrões ou entrar com um método específico de inicialização e, opcionalmente, parâmetros de inicialização.

Informações sobre os métodos disponíveis de inicialização e sobre parâmetros de inicialização que podem ser úteis, pressionando-se as teclas de F2 até F8. Se adicionar quaisquer parâmetros à linha de comando de inicialização, tenha certeza de entrar com o método de inicialização (o padrão é install) seguido de um espaço antes do primeiro parâmetro (e.g., install fb=false).

Nota

Se estiver instalando o sistema através de um dispositivo de gerenciamento remoto que fornece informações de texto para consoles VGA, você pode não ser capaz de ver a tela gráfica inicial durante o inicio do programa de instalação; você pode até mesmo não ver o aviso de inicialização. Exemplos destes dispositivos incluem o console de texto da Compaq's “integrated Lights Out” (iLO) e do HP's “Integrated Remote Assistant” (IRA). Você poderá navegar pressionando F1[4] para pular esta tela e ver o texto de ajuda. Assim que pular a tela de abertura e na tela de ajuda suas digitações serão mostradas no aviso de comando como esperado. Para evitar que o programa de instalação use o framebuffer durante o resto da instalação, você também desejará adicionar o parâmetro fb=false ao aviso de comando, como descrito no texto de ajuda.



[4] Em alguns casos, estes dispositivos precisarão de sequências especiais de escape para usar esta combinação de teclas, por exemplo, o IRA usa Ctrl-F1.