B.3. Criando um arquivo de pré-configuração

O arquivo de pré-configuração tem o formato usado pelo comando debconf-set-selections. O formato geral de uma linha no arquivo de pré-configuração é:

<dono> <nome da pergunta> <tipo da pergunta> <valor>

Há algumas regras para manter em mente quando estiver escrevendo o arquivo de pré-configuração.

A forma mais fácil de criar um arquivo de pré-configuração é usar o arquivo de exemplo disponível em Seção B.4, “Conteúdo do arquivo de pré-configuração (para lenny)” como base e trabalhar a partir daí.

Um método alternativo é fazer uma instalação manual e então, após reiniciar, usar debconf-get-selections, do pacote debconf-utils, para obter tanto o banco de dados do debconf como o banco de dados cdebconf do instalador num único arquivo:

$ debconf-get-selections --installer > arquivo
$ debconf-get-selections >> arquivo

No entanto, um arquivo gerado desta maneira terá alguns itens que poderão não ser pré-configurados, e o arquivo de exemplo é um ponto de partida melhor para a maioria dos usuários.

Nota

Este método baseia-se no fato que, ao final da instalação, o banco de dados cdebconf do instalador é salvo no sistema instalado em /var/log/installer/cdebconf. No entanto, como o banco de dados pode conter informações sensíveis, por padrão, os arquivos só poderão ser lidos pelo root.

O diretório /var/log/installer e todos os arquivos dentro dele serão apagados do seu sistema se você expurgar o pacote installation-report.

Para verificar possíveis valores para questões, você pode usar o nano para examinar os arquivos em /var/lib/cdebconf durante o progresso da instalação. Veja templates.dat para os modelos no estado crú e questions.dat para os valores atuais e para os valores atribuídos para as variáveis.

Para verificar se o formato do seu arquivo de pré-configuração é válido antes de fazer uma instalação, você pode usar o comando debconf-set-selections -c preseed.cfg .