5.1. Iniciar o Instalador em Motorola 680x0

5.1.1. Escolher um Método de Instalação

Algumas sub-arquitecturas Motorola 680x0 têm a opção de iniciar utilizando qualquer kernel linux seja 2.4.x ou 2.2.x. Quando existem tais escolhas, tente o kernel linux 2.4.x. O instalador requer menos memória utilizando um kernel linux 2.4.x o suporte para o kernel linux 2.2.x requerem um tamanho fixo de ramdisk e o 2.4.x utilizam tmpfs.

Se está a utilizar um kernel linux 2.2.x, então terá de se certificar que está a utilizar um ramdisk criado para o alojar, veja o MANIFEST. Normalmente, isto significa que necessita utilizar o ramdisk initrd22.gz a partir do respectivo directório.

Certifique-se que root=/dev/ram é um dos parâmetros do kernel.

Se está a ter dificuldades, verifique cts's Motorola 680x0 debian-installer FAQ.

5.1.1.1. Amiga

O único método de instalação disponível para o amiga através do disco rígido (veja a Secção 5.1.2, “Iniciar a partir de um Disco Rígido”). Por outras palavras não é possível iniciar a partir de cdrom.

O Amiga actualmente não trabalha com o bogl, se encontrar erros bogl, terá de incluir no kernel o parâmetro debian-installer/framebuffer=false.

5.1.1.2. Atari

O instalador para atari tanto pode iniciar de disco rígido (veja a Secção 5.1.2, “Iniciar a partir de um Disco Rígido”) ou de disquetes (veja Secção 5.1.5, “Iniciar de Disquetes”). Por outras palavras não é possível iniciar de cdrom.

Atari actualmente não trabalha com bogl, se está tendo erros bogl, terá de incluir no kernel o parâmetro debian-installer/framebuffer=false.

5.1.1.3. BVME6000

O instalador para BVME6000 pode iniciar a partir de cdrom (veja a Secção 5.1.3, “Iniciar a partir de CD-ROM”), disquetes (veja a Secção 5.1.5, “Iniciar de Disquetes”), ou a partir da rede (veja a Secção 5.1.4, “Iniciar com TFTP”).

5.1.1.4. Macintosh

O único método de instalação disponível para mac é a partir do disco rígido (veja a Secção 5.1.2, “Iniciar a partir de um Disco Rígido”). Por outras palavras não é possível iniciar de cdrom. Macs não têm um kernel 2.4.x funcional.

Se o seu hardware utiliza um bus scsi baseado em 53c9x, então pode precisar de incluir o parâmetro de kernel mac53c9x=1,0. Hardware com dois desses bus scsi, tal como o Quadra 950, em vez disso irá necessitar de mac53c9x=2,0. Em alternativa, o parâmetro pode ser especificado como mac53c9x=-1,0 que deixará a autodetecção ligada, mas que irá desabilitar desligar SCSIs. Note que especificar este parâmetro é apenas necessário se tiver mais do que um disco rígido; caso contrário, o sistema irá correr mais rápido se não o especificar.

5.1.1.5. MVME147 e MVME16x

O instalador para MVME147 e MVME16x poderá ser iniciado tanto de disquetes (veja a Secção 5.1.5, “Iniciar de Disquetes”) ou a partir da rede (veja a Secção 5.1.4, “Iniciar com TFTP”). Por outras palavras não é possível iniciar de cdrom.

5.1.1.6. Q40/Q60

O único método de instalação disponível para Q40/Q60 é a partir do disco rígido (veja a Secção 5.1.2, “Iniciar a partir de um Disco Rígido”). Por outras palavras não é possível iniciar de cdrom.

5.1.2. Iniciar a partir de um Disco Rígido

Iniciar de um sistema operativo já existente é por vezes uma opção adequada; para alguns sistemas é a única forma de instalação suportada.

Para iniciar o instalador a partir do disco rígido, terá de já ter completado os downloads dos ficheiros necessários bem como tê-los colocado na Secção 4.4, “Preparar Ficheiros para Arrancar a Partir de Disco Rígido.”.

Podem ser utilizadas pelo menos 6 ramdisks para iniciar de disco rígido, três diferentes tipos de cada com e sem suporte para kernel linux 2.2.x (para detalhes veja MANIFEST).

Os três diferentes tipos de ramdisks são cdrom, hd-media, e nativehd. Estes ramdisks diferem apenas nas suas fontes para os pacotes de instalação. O ramdisk cdrom utiliza um cdrom para conseguir pacotes para uma instalação Debian. O ramdisk hd-media utiliza um ficheiro com uma imagem iso de um cdrom que na altura se encontre no disco rígido. Por fim, o ramdisk nativehd utiliza a rede para instalar os pacotes.

5.1.2.1. Iniciar a partir de SO Amiga

No Workbench, inicie o processo de instalação do linux fazendo duplo clique no ícone StartInstall na directoria debian.

Poderá ter de clicar na tecla Enter duas vezes após o programa de instalação para Amiga ter gerado para o ecrã informação de debugging. Após isto, o ecrã tornar-se-á cinzento, haverá alguns segundos de atraso. Em seguida, surgirá um ecrã preto com um texto branco, indicando todos os tipos de debugging do kernel. Estas mensagens poderá passar demasiado rápido para as conseguir lêr, mas não tem importância. Após alguns segundos, o programa de instalação deverá iniciar automaticamente, assim você pode continuar para baixo até à Capítulo 6, Utilizar o Instalador Debian.

5.1.2.2. Iniciar a partir de Atari TOS

No desktop GEM, inicie o processo de instalação do linux clicando duas vezes no ícone bootstra.prg na directoria debian e clicando Ok na caixa de diálogo de opções do programa.

Poderá ter de pressionar na tecla Enter após o programa Atari bootstrap ter gerado o output com a informação de eliminação de erros para o ecrã. Após isto o ecrã tornar-se-á cinzento, haverá alguns segundos de atraso. Em seguida no ecrã surgirá um texto branco sobre um fundo preto, informando todos os tipos de debugging de erros do kernel. Estas mensagens poderão passar rápido demasiado rápido não lhe sendo possível as conseguir lêr, mas não tem importância. Após uns quantos segundos, o programa de instalação deverá começar automaticamente, assim você pode continuar para baixo até à Capítulo 6, Utilizar o Instalador Debian.

5.1.2.3. Iniciar a partir de MacOS

Deve manter o sistema original do Mac e iniciar a partir dele. É essencial que, quando arrancar em MacOS em preparação para iniciar o instalador de linux Penguin, pressione a tecla shift para prevenir extensões no arranque. Se apenas utiliza MacOS para iniciar o linux, pode conseguir o mesmo removendo todas as extensões e a pasta do painel de controle do sistema Mac. Caso contrário as extensões podem ser deixadas correr e causar problemas aleatórios com o kernel linux que está a ser executado.

Os Macs requerem o gestor de arranque Penguin. Se não tem ferramentas para lidar com um arquivo Stuffit, .../current/images/mac/penguin19.hfs é uma imagem de disco hfs com Penguin descompactado. A Secção 4.3, “Criar Disquetes a partir de Imagens de Disco” descreve como copiar esta imagem para uma disquete.

No desktop do MacOS inicie o processo de instalação do Linux fazendo duplo clique no ícone Penguin Prefs na directoria Penguin. O instalador Penguin irá iniciar. Vá até ao item Settings no menu File clicando no tab Kernel. Seleccione o Kernel (vmlinuz) e a imagem de ramdisk (initrd.gz) na directoria install clicando no botão correspondente no canto superior direito, e navegue nas caixas de diálogo de selecção para localizar os ficheiros.

Para ajustar os parâmetros de arranque no Penguin, escolha File -> Settings..., troque em seguida para o tab Options. Os parâmetros de arranque podem ser digitados na área de entrada de texto. Se quer utilizar sempre estes valores para os parâmetros deverá seleccionar File -> Save Settings as Default.

Feche o diálogo das Settings, guarde e inicie o bootstrap utilizando o item Boot Now no menu File.

O instalador Penguin irá gerar para o ecrã alguma informação de debugging. Após isto, o ecrã tornar-se-á cinzento, haverá alguns segundos de atraso. Em seguida surgirá um ecrã preto com texto branco indicando todos os tipo de informação de debugging do kernel. Estas mensagens poderão passar demasiado rápido de modo que não as consiga lêr, mas não tem importância. Após alguns segundos, o programa de instalação irá iniciar automaticamente, poderá portanto continuar para baixo na Capítulo 6, Utilizar o Instalador Debian.

5.1.2.4. Iniciar a partir de Q40/Q60

FIXME

O programa de instalação deverá iniciar automaticamente, assim poderá continuar abaixo na Capítulo 6, Utilizar o Instalador Debian.

5.1.3. Iniciar a partir de CD-ROM

Actualmente, a única Sub-arquitectura Motorola 680x0 que suporta iniciar de CD-ROM é a BVME6000.

O melhor caminho para a maioria das pessoas será usar um conjunto de CDs Debian. Se tem um conjunto de CDs, e se a sua máquina suporta arranque directamente a partir do CD, fantástico! Simplesmente insira o seu CD, reinicie, e proceda para o próximo capítulo.

Note que determinadas drives de CD podem necessitar de drivers especiais, e portanto estarem inacessíveis nas fases iniciais da instalação. Se se verificar que a maneira comum de iniciar a partir do CD não funciona no seu hardware, visite novamente este capítulo e leia sobre métodos alternativos para instalar e kernels alternativos que poderão funcionar consigo.

Mesmo se não conseguir iniciar a partir do CD-ROM, poderá provavelmente instalar os componentes do Debian e qualquer pacote que deseje a partir do CD-ROM. Simplesmente arranque utilizando uma media diferente, tal como disquetes. Quanto for altura de instalar o sistema operativo, sistema base, e qualquer pacote adicional, aponte o sistema de instalação para a drive de CD-ROM.

Se tiver problemas com o arranque, veja a Secção 5.3, “Diagnosticar Problemas no Processo de Instalação”.

5.1.4. Iniciar com TFTP

Iniciar pela rede, requer que tenha uma ligação de rede configurada e um servidor de arranque de rede TFTP (DHCP, RARP ou BOOTP).

O método de instalação para suportar o arranque pela rede é descrito na Secção 4.5, “Preparar Ficheiros para arranque pela Rede via TFTP”.

Após iniciar o sistema VMEbus ser-lhe-á apresentado o prompt do LILO Boot:. Nesse prompt insira um dos seguintes para iniciar o Linux e iniciar a instalação apropriada do software Debian utilizando o emulador de terminal vt102.

  • digite

    i6000 Enter

    para instalar uma BVME4000/6000

  • digite

    i162 Enter

    para instalar uma MVME162

  • digite

    i167 Enter

    para instalar uma MVME166/167

Pode adicionalmente acrescentar a string

TERM=vt100

para utilizar o emulador de terminal vt100, ex.,

i6000 TERM=vt100 Enter

.

5.1.5. Iniciar de Disquetes

Para a maioria das arquitecturas Motorola 680x0, iniciar a partir de um sistema de ficheiros local é o método recomendado.

Iniciar a partir da disquete de arranque é suportado apenas, neste momento, por Atari e VME (com um drive de disquetes SCSI no VME).