Guia de Instalação de Debian GNU/Linux

Este manual é software livre; você pode redistribuí-lo e/ou modifica-lo nos termos da GNU General Public License. Referências à licença no Apêndice E, GNU General Public License.

Resumo

Este documento contém as instruções de instalação para o sistema Debian GNU/Linux 3.1, (nome de código “sarge”), para a arquitectura Motorola 680x0 (“m68k”). Também contém indicações para mais informações e informação acerca de como tirar o máximo do seu novo sistema Debian.

Nota

Apesar deste guia de instalação para a m68k estar na sua maioria actualizado, planeamos fazer algumas modificações e reorganizar partes do manual depois da release oficial do sarge. Uma nova versão deste manual pode ser encontrada na Internet na home page do debian-installer. Também poderá lá encontrar traduções adicionais.


Índice

Instalar Debian GNU/Linux 3.1 para m68k
1. Bem-vindo a Debian
1.1. O que é Debian?
1.2. O que é GNU/Linux?
1.3. O que é Debian GNU/Linux?
1.4. Obter Debian
1.5. Obter a Versão Mais Recente Deste Documento
1.6. Organização Deste Documento
1.7. Acerca de Direitos de Cópia e Licenças de Software
2. Requisitos do Sistema
2.1. Hardware Suportado
2.1.1. Arquitecturas Suportadas
2.1.2. Suporte de Processadores, Placas principais e de Vídeo
2.1.3. Placa Gráfica
2.2. Meios de Instalação
2.2.1. Disquetes
2.2.2. CD-ROM/DVD-ROM
2.2.3. Disco Rígido
2.2.4. Rede
2.2.5. Un*x ou sistema GNU
2.2.6. Sistemas de Armazenamento Suportados
2.3. Periféricos e Outro Hardware
2.4. Comprar Hardware Especificamente para GNU/Linux
2.4.1. Evitar Hardware Fechado ou Proprietário.
2.4.2. RAM de Paridade Falsa ou “Virtual
2.5. Requisitos de Memória e de Espaço em Disco
2.6. Hardware Para Ligação em Rede
3. Antes de Instalar Debian GNU/Linux
3.1. Vista Geral do Processo de Instalação
3.2. Salvaguardar os Seus Dados Existentes!
3.3. Informação Que Vai Necessitar
3.3.1. Documentação
3.3.2. Encontrar Fontes de Informação de Hardware
3.3.3. Compatibilidade de Hardware
3.3.4. Configurações de rede
3.4. Reunir os Requisitos Mínimos de Hardware
3.5. Pré-Particionamento para sistemas Multi-Boot
3.5.1. Particionar em AmigaOS
3.5.2. Particionar em Atari TOS
3.5.3. Particionar em MacOS
3.6. Pré-Instalação do Hardware e Configuração do Sistema Operativo
3.6.1. Revisões de Firmware e Configuração do SO Existente
3.6.2. Assuntos de Hardware Para Estar Atento
4. Obter o Meio de Instalação do Sistema
4.1. Conjuntos Oficiais de CD-ROM's Debian GNU/Linux
4.2. Download dos Ficheiros a partir dos Mirrors Debian
4.2.1. Onde Encontrar Imagens de Instalação
4.3. Criar Disquetes a partir de Imagens de Disco
4.3.1. Escrever Imagens de Disco a partir de um Sistema Linux ou Unix
4.3.2. Gravar Imagens de Disco a partir de DOS, Windows, ou OS/2
4.3.3. Gravar Imagens de Disco em Sistemas Atari
4.3.4. Gravar Imagens de Disco em Sistemas Macintosh
4.4. Preparar Ficheiros para Arrancar a Partir de Disco Rígido.
4.5. Preparar Ficheiros para arranque pela Rede via TFTP
4.5.1. Configurar o servidor RARP
4.5.2. Configurar o servidor BOOTP
4.5.3. Configurar um servidor DHCP
4.5.4. Disponibilizar o Servidor TFTP
4.5.5. Mover Imagens TFTP Para o Lugar
4.6. Instalação Automática
4.6.1. Instalação Automática Utilizando o Instalador Debian
5. Iniciar a Instalação do sistema
5.1. Iniciar o Instalador em Motorola 680x0
5.1.1. Escolher um Método de Instalação
5.1.2. Iniciar a partir de um Disco Rígido
5.1.3. Iniciar a partir de CD-ROM
5.1.4. Iniciar com TFTP
5.1.5. Iniciar de Disquetes
5.2. Parâmetros de Arranque
5.2.1. Parâmetros de instalação Debian
5.3. Diagnosticar Problemas no Processo de Instalação
5.3.1. Disquetes de confiança
5.3.2. Configuração de arranque
5.3.3. Interpretar as mensagens de arranque do kernel
5.3.4. Relatório de Erros
5.3.5. Submeter Relatórios de Instalação
6. Utilizar o Instalador Debian
6.1. Como Funciona o Instalador
6.2. Introdução de Componentes
6.3. Utilizar Componentes Individuais
6.3.1. Preparar o Instalador Debian e a Configuração de Hardware
6.3.2. Particionar e Escolher os Pontos de Montagem
6.3.3. Instalar o Sistema Base
6.3.4. Tornar o Sistema Iniciável
6.3.5. Finalizar a Primeira Etapa
6.3.6. Miscelânea
7. A Iniciar O Seu Novo Sistema Debian
7.1. O Momento da Verdade
7.1.1. A iniciar BVME 6000
7.1.2. A iniciar Macintosh
7.2. Configuração para depois da inicialização (Base) do Debian
7.2.1. Configurar O Seu Fuso Horário
7.2.2. Definir Utilizadores E Palavras Passe
7.2.3. A Configurar o PPP
7.2.4. A Configurar o APT
7.2.5. Instalação de Pacotes
7.2.6. Perguntas Durante a Instalação do Software
7.2.7. Configurar o Mail Transport Agent
7.3. Log In
8. Próximos Passos e Onde Ir a Partir Daqui
8.1. Se Você é Novo em Unix
8.2. Oriente-se Para Debian
8.2.1. Sistema de Pacotes Debian
8.2.2. Aplicação de Gestão de Versões
8.2.3. Gestão dos Cron Jobs
8.3. Leitura e Informação Adicional
8.4. Compilando um Novo Kernel
8.4.1. Gestão das Imagens dos Kernel
A. Howto de Instalação
A.1. Preliminares
A.2. Iniciar o instalador
A.2.1. CDROM
A.2.2. Disquete
A.2.3. Iniciar a partir da rede
A.2.4. Iniciar de disco rígido
A.3. Instalação
A.4. Envie-nos um relatório de instalação
A.5. E finalmente..
B. Particionar para Debian
B.1. Decidir o Tamanho e Partições do Debian
B.2. A Árvore de Directórios
B.3. Esquema Recomendado de Particionamento
B.4. Nomes de Dispositivos em Linux
B.5. Programas de Particionamento Debian
C. Miscelânea
C.1. Exemplo de Ficheiro de Pré-configuração
C.2. Dispositivos em Linux
C.2.1. Preparando o Seu Rato
C.3. Espaço em Disco Necessário para Tarefas
C.4. Instalar Debian GNU/Linux a partir de um sistema Unix/Linux
C.4.1. Começar
C.4.2. Instalar debootstrap
C.4.3. Corra debootstrap
C.4.4. Configurar o Sistema Base
C.4.5. Instalar um Kernel
C.4.6. Configurar o Boot Loader
D. Administrivia
D.1. Acerca deste Documento
D.2. Contribuir para este documento
D.3. Maiores Contribuições
D.4. Reconhecimento de Marcas Registadas
E. GNU General Public License
E.1. Preâmbulo
E.2. GNU GENERAL PUBLIC LICENSE
E.3. Como Aplicar Estes Termos Aos Seus novos Programas

Lista de Tabelas

3.1. Informação Necessária Sobre Hardware para uma Instalação
3.2. Requisitos Mínimos de Sistema Recomendados