4.5. Instalação Automática

Para instalar em vários computadores é possível fazer uma instalação completamente automática. Os pacotes Debian destinados a isto incluem fai (que utiliza um servidor de instalação), replicator, systemimager, autoinstall, e o próprio instalador Debian.

4.5.1. Instalação Automática Utilizando o Instalador Debian

O Instalador Debian suporta instalações automáticas via ficheiros de pré-configuração. Um ficheiro de pré-configuração pode ser carregado a partir da rede ou a partir de um meio amovível, e utilizado para preencher as respostas às perguntas feitas durante o processo de instalação.

Embora na maioria das caixas de diálogo utilizadas pelo debian-installer possa ser feita a pré-configuração utilizando este método, existem algumas notáveis excepções. Você pode (re)particionar um disco rígido completo ou utilizar o espaço livre num disco; não é possível utilizar as partições existentes. Actualmente você não pode utilizar a pré-configuração para configurar LVM e RAID. Além disso, com a excepção dos módulos de driver de rede, não é possível pré-configurar parâmetros de módulos do kernel.

O ficheiro da pré-configuração está num formato utilizado pelo comando debconf-set-selections. Um exemplo bem documentado e funcional que pode editar encontra-se na Secção C.1, “Exemplo de Ficheiro de Pré-configuração”.

Alternativamente, uma maneira de conseguir uma lista completa de todos os valores que podem ser pré-carregados é fazer uma instalação manual, e depois utilizar debconf-get-selections, a partir do pacote debconf-utils, para enviar as bases de dados de debconf e cdebconf em /var/log/debian-installer/cdebconf para um único ficheiro:

$ debconf-get-selections --installer > file
$ debconf-get-selections >> file

Contudo, um ficheiro gerado desta maneira terá alguns itens que não devem ser pré-carregados, e o ficheiro na Secção C.1, “Exemplo de Ficheiro de Pré-configuração” é o melhor local de começo para a maioria dos utilizadores.

Uma vez que tenha um ficheiro pré-configurado, você pode edita-lo se necessário, e colocá-lo num servidor web, ou copiá-lo para um instalador num meio de arranque. Seja lá onde colocar o ficheiro, necessita de passar o parâmetro para o instalador na altura do arranque para utilizar o ficheiro.

Para fazer o instalador utilizar o ficheiro pré-configurado, conseguido através de download da rede, adicione preseed/url=http://url/to/preseed.cfg aos parâmetros de arranque do kernel. Claro que a pré-configuração não terá efeito até o instalador conseguir configurar a rede para fazer download do ficheiro, isto é portanto muito útil se o instalador conseguir configurar a rede via DHCP sem fazer nenhuma pergunta. Pode querer configurar a prioridade de instalação para evitar qualquer questão enquanto a rede está a ser configurada. Veja na Secção 5.2.1, “Parâmetros de instalação Debian”.

Para colocar um ficheiro de pré-configuração num CD, necessita de recriar a imagem ISO para incluir o seu ficheiro pré-configurado. Veja a página do manual de mkisofs para mais detalhes. Alternativamente, coloque o ficheiro preseed numa disquete, e utilize preseed/file=/floppy/preseed.cfg