5.2. Acessibilidade

Alguns utilizadores podem necessitar de suporte especifico devido a, por exemplo, visão reduzida. Os ecrãs braille USB são automaticamente detectados, mas a maioria das outras funcionalidades de acessibilidade têm de ser activadas manualmente. Em máquinas que o suportem, o menu de arranque emite um apito quando estiver pronto a ser utilizado o teclado. Alguns parâmetros de arranque podem então ser acrescentados para activar as funcionalidades de acessibilidade(veja também Secção 5.1.7, “Um Ecrã de Arranque”). Note que na maioria das arquitecturas o gestor de arranque interpreta o seu teclado como sendo um teclado QWERTY.

5.2.1. Ecrãs Braille USB

Os ecrãs braille USB devem ser automaticamente detectados. Uma versão textual do instalador será então automaticamente seleccionada, e o suporte para o ecrã braille será automaticamente instalado no sistema a instalar. Pode então carregar em Enter no menu de arranque. Uma vez que o brltty seja iniciado, poderá escolher uma tabela braille entrando no menu de preferências. O documentação acerca das teclas de atalho para os dispositivos braille estão disponíveis no website brltty.

5.2.2. Ecrãs Braille Série

Os ecrãs braille série não podem ser automaticamente detectados em segurança (já que isso pode danificar alguns deles). Por isso terá de acrescentar o parâmetro de arranque brltty=driver,port,tabela para dizer ao brltty qual o driver que deve utilizar. O driver deve ser substituído pelo código, de duas letras, para o seu terminal (veja a lista de códigos de drivers). port deverá ser substituído pelo nome da porta série onde está ligado o ecrã, o predefinido é ttyS0. tabela é o nome da tabela braille a ser utilizada (veja a lista de códigos de tabelas); A tabela predefinida é a Inglesa. Note que a tabela pode ser alterada posteriormente ao entrar no menu de preferências. A documentação acerca das teclas de atalho para dispositivos braille está disponível no website brltty.

5.2.3. Hardware para Sintetizar Voz

O suporte para hardware de dispositivos de síntese de voz está disponível apenas com o suporte do instalador gráfico. Por isso tem de seleccionar a entrada “Instalador Gráfico” no menu de arranque.

Os dispositivos de hardware para sintetizar voz não podem ser detectados automaticamente. Por isso tem de acrescentar o parâmetro de arranque speakup.synth=driver para dizer ao speakup qual o driver que deve utilizar. driver deve ser substituído pelo código de driver para o seu dispositivo (veja a lista de códigos de driver). A versão texto do instalador será então automaticamente escolhida, e o suporte para o dispositivo para sintetizar voz será automaticamente instalado no sistema alvo.

5.2.4. Dispositivos em Placa

Alguns dispositivos de acessibilidade são na verdade placas que são ligadas dentro da máquina e que lêem texto directamente da memória gráfica. Para pô-las a funcionar o suporte a framebuffer tem de ser desligado utilizando o parâmetro de arranque vga=normal fb=false. No entanto isto irá reduzir o número de idiomas disponíveis.

Se desejado, a versão textual do gestor de arranque pode ser activada antes acrescentando o parâmetro de arranque ao escrever h Enter.

5.2.5. Tema de Alto Contraste

Para utilizadores com pouca visão, o instalador pode utilizar um tema de alto contraste que se torna mais legível. Para o activar, acrescente o parâmetro de arranque theme=dark.