Capítulo 2. Quais as novidades no Debian 8

Índice

2.1. Arquiteturas suportadas
2.2. Quais as novidades na distribuição?
2.2.1. CDs, DVDs e BDs
2.2.2. Mudanças na área de trabalho GNOME
2.2.3. Novo sistema de inicialização padrão (systemd)
2.2.4. Segurança
2.2.5. MariaDB ao lado do MySQL
2.2.6. Aplicativos PHP
2.2.7. Blend Debian Games
2.2.8. Novidades da Blend Debian Med
2.2.9. Novidades da Blend Debian Science
2.2.10. Novidades da Blend Debian Geographical Information Systems (GIS)
2.2.11. Novidades da equipe de Java do Debian

O Wiki contém mais informações sobre esse tópico.

2.1. Arquiteturas suportadas

O Debian 8 introduz duas novas arquiteturas:

  • arm64, porte 64 bits para máquinas ARM.

  • ppc64el, porte little-endian 64 bits para máquinas POWER.

As seguintes arquiteturas são oficialmente suportadas pelo Debian 8:

  • PC 32 bits (i386) e PC 64 bits (amd64)

  • ARM 64 bits (arm64)

  • ARM EABI (armel)

  • ARMv7 (ARM com unidade de ponto flutuante, armhf)

  • MIPS (mips (big-endian) e mipsel (little-endian))

  • PowerPC (powerpc)

  • PowerPC little-endian 64 bits (ppc64el)

  • IBM System z (s390x)

Três arquiteturas que fizeram parte do Debian 7 não foram lançadas com o jessie.

  • Como foi anunciado quando o Debian 7 foi lançado, o porte s390 32 bits está descontinuado e foi substituído pelo s390x.

  • Além disso, os portes para IA-64 e Sparc tiveram que ser removidos desta versão devido ao suporte insuficiente de desenvolvedores. Sparc tem sido uma arquitetura suportada no Debian desde o 2.1 (1999), enquanto a ia64 foi introduzida no Debian 3.0 (2002).

Finalmente, os portes do Debian para o kernel do FreeBSD, kfreebsd-amd64 e kfreebsd-i386, incluídos como uma prévia da tecnologia no Debian 6.0 e Debian 7, não fazem parte desta versão.

Você pode ler mais sobre o estado dos portes e informações específicas sobre o porte para sua arquitetura nas páginas web dos portes Debian.

2.2. Quais as novidades na distribuição?

Esta nova versão do Debian vem novamente com muito mais software do que seu antecessor wheezy; a distribuição inclui mais de 12253 novos pacotes, de um total de mais de 43512 pacotes. A maioria do software da distribuição foi atualizada: mais de 24573 pacotes de software (isso é 66% de todos os pacotes no wheezy). Além disso, um número significativo de pacotes (mais de 5441, 14% dos pacotes no wheezy) foram, por várias razões, removidos da distribuição. Você não verá atualizações para esses pacotes e eles serão marcados como obsoletos nas interfaces de gerenciamento de pacotes; veja Seção 4.10, “Pacotes obsoletos”.

O Debian mais uma vez vem com vários aplicativos e ambientes de área de trabalho. Entre outros, agora inclui os ambientes de área de trabalho GNOME 3.14, KDE 4.11, Xfce 4.10, e LXDE.

Os aplicativos de produtividade também foram atualizados, incluindo as suítes de escritório:

  • O LibreOffice está atualizado para a versão 4.3;

  • O Calligra está atualizado para 2.8;

  • O GNUcash está atualizado para 2.6;

  • O GNUmeric está atualizado para 1.12;

  • O Abiword está atualizado para 3.0.

As atualizações de outros aplicativos da área de trabalho incluem a atualização para o Evolution 3.12.

Entre várias outras, esta versão também inclui as seguintes atualizações de software:

PacoteVersão no 7 (wheezy)Versão no 8 (jessie)
Apache2.2.222.4.10
Servidor DNS BIND9.89.9
Courier MTA0.680.73
Dia0.97.20.97.3
Exim servidor de e-mail padrão4.804.84
GNU Compiler Collection (Coleção de Compiladores GNU) como compilador padrão4.7 em PCs, 4.6 em outro lugar4.9
a biblioteca GNU C2.132.19
lighttpd1.4.311.4.35
imagem do kernel Linuxséries 3.2séries 3.16
maradns1.4.122.0.09
OpenLDAP2.4.312.4.40
OpenSSH6.0p16.7p1
Perl5.145.20
PHP5.45.6
Postfix MTA2.92.11
PostgreSQL9.19.4
Python 33.23.4
Samba3.64.1

2.2.1. CDs, DVDs e BDs

A versão oficial do Debian agora vem em 9 a 10 DVDs com executáveis ou 75 a 85 "CDs com executáveis (dependendo da arquitetura) e 10 DVDs de códigos fonte ou 59 CDs de códigos fonte. Adicionalmente, há um DVD multiarquitetura com um subconjunto da versão para as arquiteturas amd64 e i386, juntamente com o código fonte. O Debian também é lançado como imagens Blu-ray (BD), 2 de cada para as arquiteturas amd64 e i386, ou 2 para código fonte. Por razões de espaço, alguns pacotes muito grandes foram omitidos nos formatos em CD; esses pacotes cabem melhor nos formatos em DVD e BD, então, ainda estão incluídos nesses.

2.2.2. Mudanças na área de trabalho GNOME

Sendo atualizada para a versão 3.14, a nova área de trabalho GNOME traz vários novos recursos e melhorias de usabilidade.

O design do GNOME shell foi atualizado. A barra de mensagens inferior está maior, mais fácil de usar e menos propensa a aparecer acidentalmente. Uma nova área de status do sistema no canto superior direito põe todas configurações úteis no mesmo lugar.

A proteção de tela foi substituída por um bloqueio de tela que ainda traz funcionalidades mínimas quando o usuário estiver ausente. Por exemplo, você pode pausar a música, ser informado de uma nova mensagem de e-mail, ou mudar a luminosidade da tela, tudo isso sem digitar uma senha. Ao pressionar a tecla Escape ou iniciar a digitação da senha trará de volta a tela de login. O gerenciador de tela do GNOME utiliza exatamente o mesmo design para manter a coerência.

Diversos aplicativos, incluindo o gerenciador de arquivos Nautilus, o editor de texto gedit e o visualizador de documentos evince, tiveram o seu projeto refeito de forma muito mais compacta, mesclando o título da janela com a barra de ferramentas. Isso deixa muito mais espaço para os documentos nos quais o usuário está trabalhando. As caixas de diálogo padrão sofreram alterações semelhantes.

O suporte a telas sensíveis ao toque foi totalmente integrado, incluindo gestos intuitivos baseados em múltiplos movimentos dos dedos. O GNOME agora também suporta telas de alta resolução (HiDPI), aproveitando ao máximo a pixelização fina para a renderização mais clara.

O GNOME suporta geolocalização e inclui um aplicativo leve de mapeamento e navegação.

A documentação do usuário está muito mais completa e inclui tutoriais em vídeo para novos usuários.

Mais informações podem ser encontradas nas notas de lançamento do GNOME 3.14.

2.2.3. Novo sistema de inicialização padrão (systemd)

Introduzido no Debian 7, o systemd agora é o sistema de inicialização padrão. Ele fornece monitoração avançada, registro e capacidade de gerenciamento de serviços.

Embora ele seja projetado como um substituto do sysvinit e, como tal, faça uso dos scripts de inicialização SysV já existentes, o pacote systemd pode ser seguramente instalado em conjunto com o sysvinit e iniciado através da opção do kernel init=/bin/systemd. O pacote systemd-sysv fornece o substituto do /sbin/init.

Para mais informações sobre esse assunto, veja o wiki do Debian.

2.2.4. Segurança

O antigo protocolo da camada de sockets de segurança SSLv3 foi desativado nesta versão. Muitas bibliotecas de criptografia do sistema, assim como servidores e aplicativos cliente, foram compilados ou configurados sem suporte a esse protocolo.

O kernel Linux apresenta um mecanismo de segurança que anula muitos ataques de link simbólico. Isso é ativado no kernel Linux do Debian por padrão. Os bugs relacionados ao /tmp que se tornam não exploráveis por esse mecanismo não são tratados como vulnerabilidades de segurança. Caso você utilize um kernel Linux personalizado, você deve ativar isso usando uma configuração do sysctl:

echo 1 > /proc/sys/fs/protected_symlinks

Em alguns casos raros o suporte de segurança para um pacote distribuído em uma versão do Debian precisa ser terminado antes do fim do suporte para a distribuição inteira. A Jessie fornece um novo pacote (debian-security-support) que emite um aviso caso o suporte para um pacote precise ser terminado antecipadamente. Ele também documenta os pacotes onde o escopo do suporte de segurança é limitado. Como tal, é recomendado instalar o debian-security-support em todos os sistemas onde a segurança seja relevante.

Continuando o caminho definido pelo Wheezy, mais pacotes foram construídos com sinalizadores fortalecidos do compilador. Também, o sinalizador do protetor de pilha foi mudado para stack-protector-strong para fortalecimento extra. Note que os sinalizadores de construção fortalecidos não são ativados por padrão no gcc, portanto, eles não são usados automaticamente durante a construção local de um software.

O pacote needrestart é novo neste lançamento. Quando instalado, ele fará uma verificação após cada sessão de atualização do APT. Caso quaisquer serviços em execução no sistema exijam uma reinicialização para aproveitar as mudanças nos pacotes atualizados, então ele se oferece para realizar essas reinicializações. É recomendado instalar o needrestart para garantir que as atualizações de segurança nas bibliotecas sejam propagadas para os serviços em execução.

2.2.5. MariaDB ao lado do MySQL

Juntamente com o MySQL 5.5 mais antigo, o Jessie traz o novo MariaDB 10.0. Veja a página wiki da equipe MySQL do Debian para mais informações. Apenas um deles é provável de ser incluído no Debian 9.

Note que o suporte do upstream para o MySQL 5.5 encerrará em dezembro de 2018 (e o suporte de segurança do Debian terá que acompanhar isso), enquanto o MariaDB 10.0 receberá suporte de segurança do upstream até março de 2019.

2.2.6. Aplicativos PHP

O Framework do aplicativo Horde está disponível no Jessie, através do pacote php-horde.

2.2.7. Blend Debian Games

A equipe Debian Games apresenta orgulhosamente a Blend Debian Games, que consiste de 33 metapacotes que simplificam a instalação de jogos por categoria. A seleção inclui, entre muitos outros, jogos de estratégia, simulação, cartas e jogos de programação. A Debian Games também oferece aos desenvolvedores uma forma rápida de instalar programas recomendados para desenvolver jogos nas linguagens de programação C++, Java, Perl ou Python 3. Os desenvolvedores de conteúdo encontrarão ferramentas úteis para criação de arte para jogos em games-content-dev. A página do projeto fornece capturas de tela e mais informações, e oferece uma visão geral compacta sobre todos os jogos, incluindo os melhores jogos do Debian.

2.2.8. Novidades da Blend Debian Med

A equipe Debian Med teve novamente um aumento considerável não só do múmero de pacotes nos campos da bilogia e medicina, mas também a sua qualidade em termos de teste (durante o tempo de construção do pacote, assim como o autopkgtest). Essas melhorias na versão 2.0 dos metapacotes da Blend Debian Med refletem a demanda dos cientistas por software confiável, para fornecer resultados reprodutíveis. Visite as páginas de tarefas da Debian Med para ver toda a gama software médico e biológico no Debian.

2.2.9. Novidades da Blend Debian Science

Devido ao trabalho contínuo da equipe Debian Science, foram adicionados não só novos aplicativos científicas ao conjunto de pacotes do Debian, mas também novos campos da ciência são cobertos por certos aplicativos. Visite as páginas de tarefas da Debian Science para ver toda a gama de software científico no Debian.

2.2.10. Novidades da Blend Debian Geographical Information Systems (GIS)

Durante o ciclo de desenvolvimento da Jessie muitas mudanças do UbuntuGIS foram incorporadas de volta a Debian GIS. A colaboração com os projetos UbuntuGIS e OSGeo-Live foi melhorada, resultando em novos pacotes e colaboradores. Visite as páginas de tarefas da Debian GISpara ver toda a gama de software para GIS do Debian e a página inicial da Debian GIS para mais informações.

2.2.11. Novidades da equipe de Java do Debian

A Jessie vem com 799 pacotes fonte (442 atualizados, +130 novos desde a Wheezy) que serão mantidos pela equipe Java. Mudanças notáveis:

  • A OpenJDK 7 é a nova runtime Java padrão suportada.

  • A OpenJDK 8 estará disponível a partir do jessie-backports.

  • O Tomcat 7 e o Tomcat 8 são suportados, e o Tomcat 6 foi removido.

  • Novas ferramentas para desenvolvedores, incluindo o VisualVM, o Dinamic Code Evolution VM (openjdk-7-jre-dcevm), Gradle, eclipse-wtp-webtools, closure-compile e mais.

  • Inclusão do androidsdk-tools