3.6. Pré-Instalação do Hardware e Configuração do Sistema Operativo

Esta seção irá guiá-lo através da configuração de hardware da pré-instalação, se existir alguma, que necessite fazer antes de instalar Debian. Normalmente isto envolve verificar e possivelmente alterar definições de BIOS/firmware para o seu sistema. A BIOS ou o firmware do sistema é o software utilizado pelo hardware; é o mais crítico invocado durante o processo de arranque (depois de o ligar).

3.6.1. Invocar OpenFirmware

Normalmente em sistemas PowerPC não há necessidade de configurar a BIOS (chamada de OpenFirmware) . PReP e CHRP são equipados com OpenFirmware, mas infelizmente, isto significa que você tem de o invocar de maneiras diferentes de fabricante para fabricante. Vai ter de consultar a documentação do hardware que veio com o a sua máquina.

Em Macintoshes PowerPC, você invoca o OpenFirmware com Command (trevo/Maça)+Option+o+f durante o arranque. Normalmente, após o toque, irá verificar estas combinações de teclas, mas o momento exacto varia de modelo para modelo. Para mais dicas veja http://www.netbsd.org/Ports/macppc/faq.html.

A linha de comandos do OpenFirmware parece-se com isto:

ok
0 >

Note que em modelos antigos de Macs PowerPC, por omissão e por vezes a interacção hardwired do utilizador para o OpenFirmware é através da porta série (modem). Se invocar o OpenFirmware numa dessas máquinas, você apenas vai ver um ecrã vazio. Nesse caso, para interagir com o OpenFirmware é necessário um programa terminal a correr noutro computador, ligado à parta do modem.

O OpenFirmware em máquinas OldWorld G3 Beige, DE versões 2.0f1 e 2.4, está estragado. Estas máquinas muito provavelmente não serão capazes de arrancar a partir do disco rígido a menos que seja aplicado um 'patch' ao firmware . Um 'patch' de firmware está incluído no utilitário System Disk 2.3.1, disponível a partir da Apple em ftp://ftp.apple.com/developer/macosxserver/utilities/SystemDisk2.3.1.smi.bin. Após descomprimir o utilitário em MacOS, e o lançar, escolha o botão Save para ter os patches de firmware instalados na nvram.

3.6.2. Como actualizar o firmware da máquina ppc64el

ISto é um excerto de IBM PowerKVM on IBM POWER8

Open Power Abstraction Layer (OPAL) é o firmware de sistema no conjunto de servidores baseados em processadores POWER.

Poderão haver circunstâncias em que o utilizador tenha de actualizar o firmware dos Power Systems para um nível mais recente de forma a adquirir funcionalidades ou suporte adicional para os dispositivos.

Assegure-se que os seguintes requisitos são satisfeitos:

  • um SO a correr no sistema;

  • o ficheiro .img do nível OPAL para onde o utilizador necessita actualizar;

  • a máquina não está sob control HMC.

Os Power Systems têm dois lados para flashar de onde arrancar o firmware, nomeadamente um permanente e um temporário. Isto disponibiliza uma forma de testar as actualizações de firmware no lado temporário da flash antes de cometer as alterações testadas no lado permanente, e desse modo cometer as novas actualizações.

Realizar os seguintes passos para a actualização:

  1. Grave o nível do firmware existente antes de fazer realmente a actualização. Em ASM, no menu system, click em Service Aids ??? Service Processor Command Line, e corra o seguinte comando:

    cupdcmd -f
    

  2. Faça o download do ficheiro .img do nível de firmware a ser actualizado para um local no sistema de ficheiros anfitrião.

    Verifique a imagem que fez download ao correr o seguinte comando e guarda a saída.

    $update_flash -v -f <file_name.img>
    

  3. Actualize o firmware ao correr o seguinte comando.

    $update_flash -f <file_name.img>
    

    [Nota] Nota

    • O comando reinicia o sistema e por isso, se existirem sessões, serão perdidas.

    • Não reinicie ou desligue o sistema até este voltar.

  4. Verifique o nível do firmware actualizado do lado temporátio da flash como na etapa 1.

  5. No caso da actualização tenha de ser revertida, o utilizador pode fazê-lo ao correr este comando:

        $update_flash -r
    

    A rejeição faria rejeitar apenas o lado temporário da flash. Por isso, o novo nível deverá ser cometido para o lado permanente apenas após um teste exaustivo do novo firmware.

    O novo nível actualizado pode ser cometido para o lado permanente da flash ao correr o seguinte comando.

    $update_flash -c
    

3.6.3. Actualizar o firmware do anfitrião KVM (SLOF)

Slimline Open Firmware (SLOF) é uma implementação da referência IEEE 1275. Pode ser utilizado como firmware de partição para as máquinas pSeries ao correr em QEMU ou em KVM.

O pacote qemu-slof é, de facto, uma dependência do pacote qemu-system-ppc (o qual também disponibiliza o pacote virtual qemu-system-ppc64), e pode ser instalado ou actualizado através da ferramenta apt-get nas distribuições baseadas em Debian. Assim:

# apt-get install qemu-slof

SLOF pode também ser instalado em distribuições baseadas em rpm, dando o correcto repositório ou pacote rpm. Adicionalmente, o código-fonte original está disponível em http://github.com/leilihh/SLOF.

Por isso, pode utilizar um ficheiro SLOF diferente em vez do predefinido, quando correr qemu-system, ao acrescentar o argumento de linha de comando -bios <slof_file> quando iniciar o qemu.

3.6.4. Assuntos de Hardware Para Estar Atento

Visibilidade do ecrã em OldWorld Powermacs. Alguns OldWorld Powermacs, mais notavelmente aqueles com o display driver control, podem não produzir um mapa de cores com resultados fiáveis na saída visível em Linux quando o ecrã estiver configurado para mostrar mais de 256 cores. Se notar tais problemas com o seu ecrã após re-iniciar (por vezes pode ver informação no monitor, mas noutras nada) ou, se o ecrã ficar preto após arrancar o instalador em vez de lhe mostrar o interface do utilizador, tente mudar as configurações do ecrã no MacOS para utilizar 256 cores em vez de thousands ou millions.