Apêndice A. Gerir o seu sistema wheezy antes da actualização

Índice

A.1. Actualizar o seu sistema wheezy
A.2. Verificar a sua lista de fontes
A.3. Remover ficheiros de configuração obsoletos
A.4. Actualizar locales antigos para UTF-8

Este apêndice contém informação sobre como ter a certeza que pode instalar e actualizar os pacotes da wheezy antes que actualize para a jessie. Deverá ser apenas necessário em situações específicas.

A.1. Actualizar o seu sistema wheezy

Basicamente isto não é diferente de qualquer outra actualização de wheezy que tem vindo a fazer. A única diferença é que primeiro tem de se certificar que a sua lista de pacotes ainda contém referências a wheezy conforme é explicado em Secção A.2, “Verificar a sua lista de fontes”.

Se actualizar o seu sistema utilizando um mirror Debian, será automaticamente actualizado para a última versão da wheezy.

A.2. Verificar a sua lista de fontes

Se alguma das linhas do seu /etc/apt/sources.list se refere a 'stable', já está efectivamente a utilizar jessie. Isto pode não ser o que deseja se ainda não estiver pronto para a actualização. Se já correu apt-get update, pode ainda voltar atrás sem quaisquer problemas seguindo o procedimento indicado abaixo.

Se já instalou pacotes da jessie, então provavelmente já não fará muito sentido a instalação de pacotes da wheezy. Neste caso terá que decidir se quer continuar ou não. É possível baixar de versão nos pacotes, mas este aspecto não é coberto aqui.

Abra o ficheiro /etc/apt/sources.list com seu editor favorito (como root) e verifique todas as linhas que iniciam por deb http: ou deb ftp: que referenciem a stable. Se encontrar alguma altere stable para wheezy.

Se tiver quaisquer linhas que comecem por deb file:, terá que verificar se o local para onde se referem contém um arquivo wheezy ou jessie.

[Importante]Importante

Não altere nenhuma linha que comece por deb cdrom:. Ao fazê-lo pode invalidar a linha e terá que correr o apt-cdrom de novo. Não se alarme se uma linha da fonte 'cdrom' refere unstable. Apesar de confuso, é normal.

Se efectuar algumas alterações, grave o ficheiro e execute

# apt-get update

para refrescar a lista de pacotes.

A.3. Remover ficheiros de configuração obsoletos

Before upgrading your system to jessie, it is recommended to remove old configuration files (such as *.dpkg-{new,old} files under /etc from the system.

A.4. Actualizar locales antigos para UTF-8

Se o seu sistema estiver localizado e estiver a utilizar um locale que não seja baseado em UTF-8 deve considerar fortemente em mudar o seu sistema para passar a utilizar locales UTF-8. No passado, existiram bugs identificados[6] que só se manifestavam ao utilizar num locale não-UTF-8. No desktop, tais locales antigos são suportados através de truques feios no interior das bibliotecas, e nós não podemos prestar um suporte capaz a utilizadores que ainda os utilizam.

Para configurar os locales do seu sistema pode correr dpkg-reconfigure locales. Assegure-se que escolhe um locale UTF-8 quando lhe for apresentada a questão acerca de qual locale utilizar no sistema. Além disso, deve rever as definições do locale dos seus utilizadores e assegure-se que não têm definições antigas de locales no seu ambiente de configuração.



[6] Na protecção de ecrã do GNOME, utilizar palavras-passe com caracteres que não sejam ASCII, no suporte pam_ldap, a habilidade de desbloquear o ecrã não é fiável quando não for utilizado UTF-8. A protecção de ecrã do GNOME é afectada pelo bug #599197. O gestor de ficheiros Nautilus (e todos os programas baseados em glib, e provavelmente também todos os programas baseados em Qt) assumem que os nomes de ficheiros estão em UTF-8, enquanto que a shell assume que estão na codificação do locale actual. No uso diário, os nomes de ficheiros não-ASCII não são utilizáveis nessa configuração. Além disso, o leitor de ecrã gnome-orca (que permite aos utilizadores com dificuldades de visão acederem ao ambiente de trabalho GNOME) desde o lançamento do Squeeze necessita de locale UTF-8; sob um conjunto de caracteres antigo, não será possível ler a informação da janela para elementos do desktop tais como o painel do Nautilus/GNOME ou do menu Alt-F1.