3.6. Pré-Instalação do Hardware e Configuração do Sistema Operativo

Esta seção irá guiá-lo através da configuração de hardware da pré-instalação, se existir alguma, que necessite fazer antes de instalar Debian. Normalmente isto envolve verificar e possivelmente alterar definições de BIOS/firmware para o seu sistema. A BIOS ou o firmware do sistema é o software utilizado pelo hardware; é o mais crítico invocado durante o processo de arranque (depois de o ligar).

3.6.1. Invocar o Menu de Configuração da BIOS

A BIOS disponibiliza as funções básicas necessárias para arrancar a sua máquina e permitir ao seu sistema operativo aceder ao seu hardware. O seu sistema disponibiliza um menu de configuração, que é utilizado para configurar a BIOS. Para entrar no menu de configuração da BIOS tem de carregar numa tecla ou numa combinação de teclas após ligar o computador. Frequentemente é a tecla Delete ou a tecla F2, mas alguns fabricantes utilizam outras teclas. Normalmente no arranque do computador é mostrada uma mensagem que diz qual a tecla a pressionar para entrar no ecrã de configuração.

3.6.2. Selecção de Dispositivo Para Arranque

Dentro das opções da BIOS, pode escolher quais os dispositivos que serão verificados e em que sequência para arrancar o sistema operativo. Escolhas possíveis normalmente incluem os discos rígidos internos, o leitor de CD/DVD e dispositivos de armazenamento USB tais como pens USB ou discos externos com interface USB. Em sistemas modernos existe também a possibilidade de activar o arranque pela rede através de PXE.

Dependendo do meio de instalação (CD/DVD ROM, pen USB, arranque pela rede) que escolheu deve activar os dispositivos de arranque apropriados se ainda não estiverem activados.

A maioria das versões das BIOS permitem chamar um menu de arranque quando o sistema inicia no qual se pode escolher a partir de que dispositivo o computador deve iniciar. Se esta opção estiver disponível, a BIOS normalmente mostra uma curta mensagem como press F12 for boot menu durante o arranque. A tecla a utilizar para escolher este menu varia de sistema para sistema; teclas normalmente utilizadas são F12, F11 e F8. Escolher um dispositivo a partir deste menu não altera a normal ordem de arranque da BIOS, i.e. pode arrancar uma vez a partir de uma pen USB deixando o disco rígido interno configurado para o arranque normal.

Se a sua BIOS não disponibilizar um menu de arranque para fazer escolhas imediatas do dispositivo de arranque actual, terá que alterar a configuração da BIOS para tornar o dispositivo a partir do qual o debian-installer deve arrancar como dispositivo primário de arranque.

Infelizmente alguns computadores têm BIOS com bugs. Arrancar o debian-installer a partir de uma pen USB poderá não funcionar mesmo que esteja escolhida a opção correcta na configuração da BIOS e a pen esteja escolhida como meio de arranque primário. Em alguns destes sistemas é impossível utilizar uma pen USB como meio de arranque; outros poderão ser enganados para arrancar a partir da pen alterando o tipo de dispositivo no menu de configuração da BIOS do predefinido USB haddisk ou USB stick para USB ZIP ou para USB CDROM. Em particular se utilizar uma imagem de CD/DVD isohybrid numa pen USB (veja Secção 4.3.1, “Preparar uma pen USB utilizando uma imagem híbrida de CD ou DVD”), alterar o tipo de dispositivo para USB CDROM ajuda nalgumas BIOS que não arrancam a partir de uma pen USB em modo de disco rígido.

Se não puder manipular a BIOS para arrancar directamente a partir de uma pen USB ainda tem a opção de utilizar um ISO copiado directamente para a pen. Arran1ue o debian-installer utilizando Secção 4.4, “Preparar Ficheiros para Arrancar a Partir de Disco Rígido.” e, após pesquisar nos discos rígidos por uma imagem ISO de instalação, escolha o dispositivo USB e seleccione a imagem de instalação.

3.6.3. Assuntos de Hardware Para Estar Atento

Suporte USB da BIOS e teclados. Se não possuir nenhum teclado PS/2, mas apenas um modelo USB, poderá ter que habilitar legacy keyboard emulation na configuração da BIOS para poder utilizar o seu teclado no menu do gestor de arranque, apesar disto não ser um problema para sistemas modernos. Se o seu teclado não trabalhar no menu do gestor de arranque, consulte o manual da sua motherboard e veja na BIOS as opções para Legacy keyboard emulation ou USB keyboard support.