C.2. A Árvore de Directórios

Debian GNU/kFreeBSD adere ao Filesystem Hierarchy Standard para os directórios e nomes de ficheiros. Este padrão permite aos utilizadores e a programas de software predizer o local dos ficheiros e directórios. O nível do directório raiz é representada simplesmente por uma barra /. No nível raiz, todos os sistemas Debian incluem estes directórios:

Directório Conteúdo
bin Comandos binários essenciais
boot Ficheiros estáticos do gestor de arranque
dev Ficheiros de dispositivos
etc Configurações específicas do sistema da máquina
home Directório home do(s) utilizador(es)
lib Bibliotecas essenciais partilhadas e módulos do kernel
media Contém pontos de montagem para media amovível
mnt Local de montagem temporária de um sistema de ficheiros
proc Directório virtual para informações do sistema (kernels 2.4 e 2.6)
root Directório home do utilizador root
run Dados de execução variáveis
sbin Binários essenciais do sistema
sys Directório virtual para informações do sistema (kernels 2.6)
tmp Ficheiros temporários
usr Hierarquia secundária
var Dados variáveis
srv Dados para os serviços disponibilizados pelo sistema
opt Pacotes de software e aplicações adicionais

O seguinte é uma lista de considerações importantes relacionadas com directórios e partições. Note que a utilização do disco varia muito com a configuração do sistema e padrões de utilização específicos. As recomendações aqui são linhas de orientação gerais e disponibilizam um ponto de partida para particionar.