2.1. Hardware Suportado

Debian não impõe requisitos de hardware para além do que é requerido pelo kernel Linux ou pelo kernel kFreeBSD e pelas ferramentas GNU. Por isso qualquer arquitectura ou plataforma para a qual tenha sido portado o kernel Linux ou kFreeBSD, libc, gcc, etc. e para a qual exista um port de Debian, poderá correr Debian. Para mais detalhes sobre sistemas com a arquitectura S/390 que tenham sido testados com Debian GNU/Linux, por favor, veja as páginas dos Ports em http://www.debian.org/ports/s390/.

Em vez de tentar descrever todas a configurações de hardware que são suportadas por S/390, esta secção contém informação geral e indicações de onde se pode encontrar informação adicional.

2.1.1. Arquitecturas Suportadas

Debian GNU/Linux 7.0 suporta onze arquitecturas de maior relevo e várias variações de cada arquitectura conhecidas por flavors.

Arquitectura Designação Debian Sub-arquitectura Flavor
Baseado em Intel x86 i386    
AMD64 & Intel 64 amd64    
ARM armel Intel IOP32x iop32x
Intel IXP4xx ixp4xx
Marvell Kirkwood kirkwood
Marvell Orion orion5x
Versatile versatile
ARM com FPU em hardware armhf Freescale mx5
Intel IA-64 ia64    
MIPS (big endian) mips SGI IP22 (Indy/Indigo 2) r4k-ip22
SGI IP32 (O2) r5k-ip32
MIPS Malta (32 bit) 4kc-malta
MIPS Malta (64 bit) 5kc-malta
MIPS (little endian) mipsel Cobalt cobalt
MIPS Malta (32 bit) 4kc-malta
MIPS Malta (64 bit) 5kc-malta
IBM/Motorola PowerPC powerpc PowerMac pmac
PReP prep
Sun SPARC sparc sun4u sparc64
sun4v
IBM S/390 s390 IPL a partir de VM-reader e DASD generic
IBM S/390 de 64bit s390x IPL a partir de VM-reader e DASD generic

Debian GNU/kFreeBSD 7.0 suporta duas arquitecturas.

Arquitectura Designação Debian
Baseado em Intel x86 kfreebsd-i386
AMD64 & Intel 64 kfreebsd-amd64

Este documento cobre a instalação para a arquitectura S/390 utilizando o Linux. Se está à procura de informação acerca de qualquer uma das outras arquitecturas suportadas por Debian veja a página dos Debian-Ports.

2.1.2. Tipos de máquina zSeries e System z

Desde o Debian Squeeze, caiu o suporte para arrancar em modo ESA/390. A sua máquina tem de suportar pelo menos a z/Architecture, o suporte de 64-bit é mandatório. O software de utilizador do port s390 ainda é compilado para ESA/390. É totalmente suportado todo o hardware zSeries e System z. O software de suporte S/390 incluído vem do desenvolvimento do kernel 3.1. A informação mais recente acerca do suporte Linux da IBM pode ser encontrado na página Linux em System z® em developerWorks .

2.1.3. PAV e HyperPAV

PAV e HyperPAV são suportados transparentemente, não é necessário 'multipathing' para tirar partido destas funcionalidades de armazenamento. Assegure-se que configura os dispositivos durante a escolha do dispositivo DASD. Os dispositivos alias não serão oferecidos para formatação, particionamento ou utilização directa.

2.1.4. Múltiplos Processadores

O suporte a multi-processador — também conhecido como multiprocessamento simétrico ou SMP — está disponível para esta arquitectura. Ter vários processadores num computador era originalmente um tópico para sistemas servidor topo de gama mas com a introdução dos chamados processadores multi-core isto tornou-se bastante comum nos últimos anos mesmo para computodores desktop e portáteis de gama baixa. Estes contêm duas ou mais unidades de processamento, chamadas cores, num único chip.

A imagem standard de kernel de Debian 7.0 foi compilada com suporte para SMP. Também é utilizável, sem qualquer problema, em sistemas não-SMP.

2.1.5. Hardware Para Ligação em Rede

Quase todas as placas de rede (NIC) suportadas pelo kernel Linux devem também ser suportadas pelo sistema de instalação; os controladores devem ser carregados automaticamente.

A lista de dispositivos de rede suportados é:

  • Channel to Channel (CTC) e ligação ESCON (real ou emulada)

  • OSA-2 Token Ring/Ethernet e OSA-Express Fast Ethernet (non-QDIO)

  • OSA-Express no modo QDIO, HiperSockets e Guest-LANs

2.1.6. Periféricos e Outro Hardware

A instalação de pacotes a partir de XPRAM e tape não são suportados neste sistema. Todos os pacotes que quererá instalar precisam de estar disponíveis num DASD ou através de rede utilizando NFS, HTTP ou FTP.