[ anterior ] [ Índice ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ próximo ]

Instalando Debian GNU/Linux 3.0 para Mipsel
Capítulo 1 - Bem vindo ao Debian


Nós estamos felizes em ver que você decidiu utilizar o Debian e estamos certos de que você verá que a distribuição Debian GNU/Linux é única. O Debian GNU/Linux reúne software livre de alta qualidade de todo o mundo, integrado em um sistema coerente como um todo. Acreditamos que você comprovará que o resultado é verdadeiramente mais do que a soma das partes.

Este capítulo oferece uma visão do Projeto Debian e Debian GNU/Linux. Se você já sabe a história do Projeto Debian e sobre a distribuição Debian GNU/Linux, sinta-se livre para seguir até o próximo capítulo.


1.1 O que é o Debian?

Debian é uma organização totalmente voluntária, dedicada ao desenvolvimento de software livre e a promover os ideais da Fundação do Software Livre (Free Software Foundation). O projeto Debian foi iniciado em 1993, quando Ian Murdock lançou um convite aberto para desenvolvedores de software para que eles contribuíssem para uma distribuição de software completa e coerente baseada no relativamente novo kernel Linux. Essa relativamente pequena associação de entusiastas dedicados, fundada originalmente pela Free Software Foundation e influenciada pela filosofia GNU evoluiu com o passar dos anos para uma organização que possui em torno de 500 Desenvolvedores Debian.

Os Desenvolvedores Debian estão envolvidos em uma variedade de atividades, incluindo administração de sites Web e FTP, design de gráficos, análise legal de licenças de softwares, criação de documentação e, é claro, manutenção de pacotes de software.

No interesse de comunicar nossa filosofia e atrair desenvolvedores que acreditam nos objetivos do Debian, o projeto Debian publicou diversos documentos que expõem nossos valores e servem de guia para definir o que significa ser um Desenvolvedor Debian.

Os Desenvolvedores Debian também estão envolvidos em diversos outros projetos; alguns específicos do Debian, outros envolvendo alguns ou toda a comunidade Linux. Alguns exemplos são:

Para maiores informações gerais sobre o Debian, veja o Debian FAQ.


1.2 O que é GNU/Linux?

O projeto GNU desenvolveu um conjunto compreensivo de ferramentas de software livre para uso com o Unix™ e outros sistemas operacionais semelhantes ao Unix, como o Linux. Estas ferramentas permitem que usuários executem tarefas das mais simples (como copiar ou remover arquivos do sistema) até tarefas mais complicadas (como escrever e compilar programas e fazer edições sofisticadas em uma variedade de formatos de documentos).

Um sistema operacional consiste de vários programas fundamentais que são necessários para seu computador para que ele possa se comunicar e receber instruções dos usuários, ler e gravar dados no disco rígido, fitas e impressoras, controlar o uso da memória e executar outros softwares. A parte mais importante de um sistema operacional é o kernel. Em um sistema GNU/Linux, o Linux é o componente kernel. O restante do sistema consiste de outros programas, muitos dos quais foram escritos por ou para o projeto GNU. Devido ao kernel Linux sozinho não constituir um sistema operacional utilizável, nós preferimos usar o termo ``GNU/Linux'' quando nos referimos ao sistema que muitas pessoas casualmente se referem como ``Linux''.

O kernel Linux apareceu pela primeira vez em 1991, quando um estudante finlandês de Ciência da Computação chamado Linus Torvalds anunciou uma versão preliminar de um substituto para o kernel Minix no grupo e notícias da Usenet comp.os.minix. Veja a Página da História do Linux da Linux International.

Linus Torvalds continua a coordenar o trabalho de centenas de desenvolvedores com a ajuda de alguns eleitos confiáveis. Um excelente sumário semanal das discussões na lista de discussão linux-kernel é a Kernel Traffic. Maiores informações sobre a lista de discussão linux-kernel podem ser encontradas na FAQ da lista linux-kernel.


1.3 O que é Debian GNU/Linux?

A combinação da filosofia e metodologia Debian com as ferramentas GNU, o kernel Linux, e outros importantes softwares livres, formam uma distribuição de software única chamada Debian GNU/Linux. Esta distribuição é constituída de um grande número de pacotes de software. Cada pacote na distribuição contém executáveis, scripts, documentação, informação de configuração e possui um mantenedor que é primariamente responsável por manter o pacote atualizado, receber os relatórios de bugs e se comunicar com o(s) autor(es) original(is) do software empacotado. Nossa base de usuários extremamente grande, combinada com nosso sistema de gerenciamento de bugs garante que os problemas sejam encontrados e corrigidos rapidamente.

A atenção do Debian aos detalhes nos permite construir uma distribuição de alta qualidade, estável e escalável. Instalações podem ser facilmente configuradas para servir muitos propósitos, desde firewalls compactos passando por estações de trabalhos desktop científicas até servidores de redes de alto nível.

A característica que mais distingue o Debian de outras distribuições GNU/Linux é seu sistema de gerenciamento de pacotes. Estas ferramentas dão ao administrador de um sistema Debian o controle completo sobre os pacotes instalados no sistema, incluindo a habilidade de instalar um único pacote ou automaticamente atualizar o sistema operacional inteiro. Pacotes individuais podem também ser mantidos e não atualizados. Você pode até mesmo dizer ao sistema de gerenciamento de pacotes sobre o software que você compilou manualmente e quais dependências ele resolve.

Para proteger seu sistema contra ``cavalos de tróia'' de outros softwares mal intencionados, o Debian verifica se os pacotes tiveram origem de seus mantenedores Debian registrados. Empacotadores Debian também têm um grande cuidado ao configurar seus pacotes de uma maneira segura. Quando problemas de segurança em pacotes fornecidos aparecem, consertos são geralmente colocados a disposição muito rapidamente. Com as simples opções de atualização Debian, consertos de segurança pode ser obtidos e instalados automaticamente através da Internet.

O método primário, e o melhor, de se obter suporte para seu sistema Debian GNU/Linux e de se comunicar com os Desenvolvedores Debian é através das muitas listas de discussão mantidas pelo Projeto Debian (existem mais de 90 listas até o momento). A maneira mais fácil de se inscrever em uma ou mais destas listas é visitar a página de inscrição nas listas de discussão Debian e preencher o formulário que você encontrará nesta página.


1.4 O que é Debian GNU/Hurd?

Debian GNU/Hurd é um sistema Debian GNU que substitui o kernel Linux monolítico com um kernel GNU Hurd — um conjunto de servidores sendo executados em cima de um microkernel GNU Mach. O Hurd ainda não está finalizado e não é indicado para o uso do dia-a-dia, mas o trabalho está continuando. O Hurd está sendo desenvolvido atualmente somente para a arquitetura i386, porém portes para outras arquiteturas serão feitos uma vez que o sistema torne-se mais estável.

Para maiores informações, veja a página de ports Debian GNU/Hurd e a lista de discussão debian-hurd@lists.debian.org.


1.5 Obtendo o Debian

Para informação sobre como fazer o download do Debian GNU/Linux a partir da Internet ou de quem CDs oficiais Debian podem ser comprados, veja a página web de distribuição. A lista de espelhos Debian contém um conjunto completo de espelhos oficiais Debian.

A Debian pode ser atualizada após a instalação de forma muito fácil. O procedimento de instalação ajudará a configurar o sistema assim você poderá fazer estas atualizações assim que o sistema de instalação for finalizado, se precisar fazer.


1.6 Obtendo a versão mais nova deste documento

Este documento está constantemente sendo revisado. Certifique-se de checar as páginas Debian 3.0 para quaisquer informações de último minuto sobre a versão 3.0 do sistema Debian GNU/Linux. Versões atualizadas deste manual de instalação estão também disponíveis a partir das páginas oficiais do Manual de Instalação.


1.7 Organização deste documento

Este documento foi criado para servir como um manual para os usuários Debian iniciantes. Ele tenta assumir o mínimo possível sobre seu nível de conhecimento. No entanto, é assumido que você possui conhecimentos gerais sobre como o hardware de seu computador funciona.

Usuários experientes podem encontrar referências interessantes neste documento, incluindo o mínimo de espaço ocupado pela instalação, detalhes sobre o hardwares suportado pelo sistema de instalação Debian e muito mais. Nós encorajamos usuários experientes a ler o restante deste documento.

Em geral, este manual é organizado de forma linear, seguindo seus passos através do processo de instalação do início ao fim. Aqui estão os passos sobre a instalação do Debian GNU/Linux e as seções deste documento as quais se relacionam com cada passo:

  1. Determine se seu hardware atende aos requerimentos necessários para usar o sistema de instalação em Requerimentos do Sistema, Requerimentos do Sistema, Capítulo 2.
  1. Faça uma cópia de segurança (backup) do seu sistema, execute qualquer configuração de planejamento antes de instalar o Debian, em Antes de Você Iniciar, em Antes de Instalar Debian GNU/Linux, Capítulo 3. Caso você esteja preparando um sistema de inicialização múltipla (multi-boot), você precisa criar espaço particionável em seu disco rígido para que o Debian o utilize.
  1. Em métodos de instalação, Obtendo a Mídia de Instalação do Sistema, Capítulo 4, você obterá os arquivos de instalação necessários para seu método de instalação.
  1. Iniciando o sistema de instalação, Capítulo 5 descreve a inicialização no sistema de instalação. Este capítulo também discute procedimentos de como agir quando ocorre um problema caso você tenha problemas neste passo.
  1. A configuração das partições Linux para seu sistema Debian é explicada em Particionamento , Particionamento para a Debian, Capítulo 6.
  1. A instalação do kernel e a configuração dos módulos dos controladores de periféricos é explicada em Instalando o Sistema, Instalando o Kernel e o Sistema Operacional Básico, Capítulo 7. Configure sua conexão de rede para que os arquivos de instalação restantes possam ser obtidos diretamente do servidor Debian caso você não esteja instalando a partir do CD.
  1. Inicie o download/instalação/configuração de um sistema funcional mínimo em Instalação do Sistema Básico, ``Instalar o Sistema Básico'', Secção 7.5.
  1. Inicie seu novo sistema básico instalado e passe por algumas tarefas de configuração adicionais em Configurações Iniciais, Inicializando em seu novo sistema Debian, Capítulo 8.
  1. Instale software adicional em Instalação de Pacotes, Instalação de Pacotes: Simples ou Avançada, Secção 8.11. Use o tasksel para instalar grupos de pacotes que formam uma `tarefa' de computador, ou o dselect para selecionar pacotes individuais a partir de uma longa lista ou o apt-get para instalar pacotes individuais quando você já conhece os nomes dos pacotes que você quer.

Uma vez que você tenha seu sistema instalado você pode ler as informações sobre Pós Instalação, Próximos passos e para onde ir a partir daqui, Capítulo 9. Este capítulo explica onde procurar por maiores informações sobre Unix e Debian e como substituir seu kernel. Se você quer construir seu próprio sistema de instalação a partir dos fontes, certifique-se de ler as Informações Técnicas sobre os Disquetes de Instalação, Informações técnica sobre os disquetes de inicialização, Capítulo 10.

Finalmente, informações sobre esse documento e como contribuir com o mesmo podem ser encontradas em Administrivia, Capítulo 12.


1.8 Este documento possui problemas conhecidos

Este documento está ainda em sua forma inicial. é conhecido que ele é incompleto e provavelmente também contém erros, problemas gramáticais e muito mais. Se você vir palavras ``FIXME'' ou ``TODO'', você pode estar certo que esta seção está incompleta. Tenha cuidado. Qualquer ajuda, sugestão, e especialmente patches, serão muito apreciados.

Versões em desenvolvimento deste documento podem ser encontradas em http://www.debian.org/releases/woody/mipsel/install. Neste local você encontrará uma lista de todas as diferentes arquiteturas e idiomas para os quais este documento está disponível.

Os fontes estão disponíveis publicamente; procure por maiores informações sobre como contribuir em Administrivia, Capítulo 12. Nós aceitamos sugestões, comentários, patches e relatórios de bugs (reporte o bug no pacote boot-floppies, mas primeiro cheque para verificar se o problema já está reportado).


1.9 Sobre Copyright e Licenças de Software

Estamos certos de que você leu algumas das licenças que acompanham a maioria dos softwares comerciais — elas normalmente dizem que você pode somente usar uma cópia do software em um único computador. A licença do sistema Debian GNU/Linux não é completamente como essas licenças. Nós o encorajamos a colocar uma cópia do Debian GNU/Linux em cada computador em sua escola ou local de trabalho. Empreste sua mídia de instalação para seus amigos e ajude-os a instalá-la em seus computadores! Você pode até mesmo fazer milhares de cópias e vendê-las — embora com algumas restrições. Sua liberdade de instalar e usar o sistema vem diretamente do motivo do Debian ser baseado em software livre.

Chamar o software de ``livre'' não significa que o software não tenha copyright e não significa que os CDs contendo o software devam ser distribuídos sem custo. Software livre, em parte, significa que as licenças dos programas individuais não requerem que você pague pelo privilégio de distribuir ou usar estes programas. Software livre também significa que não somente qualquer um pode estender, adaptar e modificar o software, mas que os resultados de seu trabalho devem ser distribuídos da mesma forma.[1]

Muitos dos programas no sistema são licenciados sob os termos da Licença Pública Geral GNU, freqüentemente conhecida como ``a GPL''. A GPL requer que você faça com que o código fonte dos programas esteja disponível sempre que você distribuir uma cópia binária do programa; esta condição da licença garante que qualquer usuário será capaz de modificar o software. Devido a esta condição, o código fonte para todos os programas está disponível no sistema Debian.[2]

Existem diversas outras formas de copyright e licenças de software usadas em programas no Debian. Você pode encontrar os copyrights e as licenças para cada pacote instalado em seu sistema verificando o arquivo /usr/share/doc/nome-do-pacote/copyright uma vez que você possua um pacote instalado em seu sistema.

Para maiores informações sobre licenças e como o Debian determina se um software é livre o bastante para ser incluído na distribuição principal, veja as As linhas Guias Debian para o Software Livre.

O aviso legal mais importante é que este software é distribuído sem nenhuma garantia. Os programadores que criaram este software o fizeram para o benefício da comunidade. Nenhuma garantia é dada sobre a adequação deste software para qualquer dado propósito. Porém, uma vez que o software é livre, você têm a possibilidade de modificar este software para que o mesmo se adeque às suas necessidades — e aproveitar os benefícios das mudanças feitas por outros que estenderam o software desta forma.


[ anterior ] [ Índice ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ próximo ]

Instalando Debian GNU/Linux 3.0 para Mipsel

versão 3.0.24, 18 December, 2002

Bruce Perens
Sven Rudolph
Igor Grobman
James Treacy
Adam Di Carlo