Capítulo 1. Introdução

Índice

1.1. Visão geral

Normalmente o APT requer acesso directo a um arquivo Debian, seja duma media local ou através de rede. Outra queixa comum e que uma máquina Debian está numa ligação lenta, como um modem e outra máquina tem uma ligação muito rápida mas estão fisicamente distantes.

A solução para isto é usar grandes médias amovíveis como um disco Zip ou um disco SuperDisk. Estes discos não são suficientemente grandes para armazenar o arquivo Debian inteiro mas podem facilmente conter um subconjunto suficientemente grande para a maioria dos utilizadores. A ideia é usar o APT para gerar uma lista de pacotes que são necessários e depois obter-los para o disco usando outra máquina com boa ligação. É até possível usar outra máquina Debian com APT ou usar um SO completamente diferente e uma ferramenta de download como o wget. Deixe remote host representar a máquina que descarrega os pacotes, e target host aquela com má ou nenhuma ligação.

Isto é conseguido ao manipular criativamente o ficheiro de configuração do APT. A premissa essencial para dizer ao APT para procurar num disco pelos seus ficheiros de arquivo. Note que o disco deve estar formatado com um sistema de ficheiros que saiba lidar com nomes de ficheiros longos como o ext2, fat32 ou vfat.