Apêndice A. Gerenciando seu sistema jessie antes da atualização

Índice

A.1. Atualizando seu sistema jessie
A.2. Verificando sua lista de fontes (sources list)
A.3. Removendo arquivos de configuração obsoletos
A.4. Atualizar locales antigos para UTF-8

Este apêndice contém informações sobre como assegurar-se de que você consegue instalar ou atualizar pacotes da jessie antes de atualizar para a stretch. Isso só será necessário em situações específicas.

A.1. Atualizando seu sistema jessie

Basicamente, isso não é diferente de qualquer outra atualização do jessie que você tenha feito. A única diferença é que você precisa ter certeza de que sua lista de pacotes ainda contém referências para o jessie conforme explicado na Seção A.2, “Verificando sua lista de fontes (sources list)”.

Caso você atualize o seu sistema usando um espelho Debian, ele automaticamente atualizará para a última versão pontual do jessie.

A.2. Verificando sua lista de fontes (sources list)

Se qualquer uma das linhas no seu arquivo /etc/apt/sources.list fizer referência a stable, você já está efetivamente usando a stretch. Isso pode não ser o que você quer caso você não esteja pronto ainda para a atualização. Caso você já tenha executado apt-get update, você ainda pode voltar atrás sem problemas seguindo o procedimento abaixo.

Caso você também já tenha instalado pacotes do stretch, provavelmente não há razão para instalar pacotes do jessie. Neste caso, você terá que decidir se quer continuar ou não. É possível rebaixar a versão (downgrade) dos pacotes, mas isso não é abordado neste documento.

Abra o arquivo /etc/apt/sources.list com seu editor favorito (como root) e verifique todas as linhas começando com deb http:, deb https:, deb tor+http:, deb tor+https: ou deb ftp:[6] para determinar se existe uma referência a stable. Caso você encontre qualquer uma, altere de stable para jessie.

[Nota]Nota

Lines in sources.list starting with deb ftp: and pointing to debian.org addresses should be changed into deb http: lines. See Seção 5.1.2, “Acesso via FTP aos espelhos hospedados pelo Debian será removido”.

Caso você tenha linhas começando com deb file:, você mesmo terá que verificar se o local indicado contém um repositório do jessie ou do stretch.

[Importante]Importante

Não mude nenhuma linha que comece com deb cdrom:. Fazer isso invalidaria a linha e você teria que executar o apt-cdrom novamente. Não se assuste se uma linha para uma fonte do tipo cdrom: apontar para unstable. Embora confuso, isso é normal.

Caso você tenha feito quaisquer mudanças, salve o arquivo e execute

# apt-get update

para atualizar a lista de pacotes.

A.3. Removendo arquivos de configuração obsoletos

Antes de atualizar o seu sistema para stretch, é recomendado remover arquivos de configuração antigos (tais como arquivos *.dpkg-{new,old} em /etc) do sistema.

A.4. Atualizar locales antigos para UTF-8

Using a legacy non-UTF-8 locale has been unsupported by desktops and other mainstream software projects for a long time. Such locales should be upgraded by running dpkg-reconfigure locales and selecting a UTF-8 default. You should also ensure that users are not overriding the default to use a legacy locale in their environment.



[6] Debian will remove FTP access to all of its official mirrors on 2017-11-01. If your sources.list contains a debian.org host, please consider switching to deb.debian.org. This note only applies to mirrors hosted by Debian itself. If you use a secondary mirror or a third-party repository, then they may still support FTP access after that date. Please consult with the operators of these if you are in doubt.