Product SiteDocumentation Site

6. Agradecimentos

6.1. Um pouco de História

Em 2003, Nat Makarévitch contatou Raphaël porque queria publicar um livro sobre Debian na coleção Cahier de l'Admin (Manual de Administração) que ele estava gerenciando para a Eyrolles, uma importante editora francesa de livros técnicos. Raphaël imediatamente aceitou escrevê-lo. A primeira edição saiu no dia 14 de outubro de 2004 e foi um enorme sucesso - esgotou em cerca de quatro meses.
Since then, we have released 7 other editions of the French book, one for each subsequent Debian release (except for Debian 9). Roland, who started working on the book as a proofreader, gradually became its co-author.
Enquanto nós obviamente estávamos satisfeitos com o sucesso do livro, sempre esperávamos que a Eyrolles convenceria uma editora internacional a traduzi-lo para o inglês. Recebemos muitos comentários explicando como o livro ajudou as pessoas a começar a usar o Debian, e estávamos interessados em ter o livro beneficiando mais pessoas da mesma maneira.
Alas, no English-speaking editor that we contacted was willing to take the risk of translating and publishing the book. Not put off by this small setback, we negotiated with our French editor Eyrolles and got back the necessary rights to translate the book into English and publish it ourselves. Thanks to a successful crowdfunding campaign, we worked on the translation between December 2011 and May 2012. The “Debian Administrator's Handbook” was born and it was published under a free-software license!
While this was an important milestone, we already knew that the story would not be over for us until we could contribute the French book as an official translation of the English book. This was not possible at that time because the French book was still distributed commercially under a non-free license by Eyrolles.
In 2013, the release of Debian 7 gave us a good opportunity to discuss a new contract with Eyrolles. We convinced them that a license more in line with the Debian values would contribute to the book's success. That wasn't an easy deal to make, and we agreed to setup another crowdfunding campaign to cover some of the costs and reduce the risks involved. The operation was again a huge success and in July 2013, we added a French translation to the Debian Administrator's Handbook.
Gostaríamos de agradecer a todos que contribuíram para estas campanhas de arrecadação de fundos, seja assegurando algum dinheiro ou espalhando a notícia. Nós não poderíamos ter feito isso sem vocês.
To save some paper, 5 years after the fundraising campaigns and after two subsequent editions, we dropped the list of persons who opted to be rewarded with a mention of their name in the book. But their names are engraved in the acknowledgments of the Wheezy edition of the book:

6.2. Um Especial Agradecimento aos Colaboradores

Este livro não seria o que é sem as contribuições de várias pessoas que desempenharam um importante papel durante a fase de tradução e além. Gostaríamos de agradecer a Marilyne Brun, que nos ajudou a traduzir o capítulo de amostra e que trabalhou conosco para definir algumas regras de tradução comuns. Ela também revisou vários capítulos que estavam precisando desesperadamente de trabalho suplementar. Obrigado a Anthony Baldwin (da Baldwin Linguas), que traduziu vários capítulos para nós.
Since Roland and I were too busy to update the book for Debian 10, we used the modest income that we get through donations and sales to hire contributors to do the bulk of the work. Thank you very much to Daniel Leidert and Jorge Maldonado Ventura for the hard work they put into this update.
Contamos com a ajuda generosa dos revisores: Daniel Phillips, Gerold Rupprecht, Gordon Dey, Jacob Owens, e Tom Syroid. Cada um deles revisou muitos capítulos. Muito obrigado!
Então, uma vez que a versão em Inglês foi liberada, é claro que tivemos muitos comentários, sugestões e correções dos leitores, e mais ainda das muitas equipes que se comprometeram a traduzir este livro para outros idiomas. Obrigado!
Gostaríamos também de agradecer aos leitores do livro francês, que nos forneceram algumas citações interessantes para confirmar que o livro era realmente digno de ser traduzido: obrigado Christian Perrier, David Bercot, Étienne Liétart, e Gilles Roussi. Stefano Zacchiroli - que era o Líder do Projeto Debian durante a campanha de financiamento coletivo - também merece um grande obrigado, ele gentilmente aprovou o projeto com uma citação explicando que livros livres eram mais do que necessários.
Se você tiver o prazer de ler estas linhas num exemplar de bolso do livro, então você deve se juntar a nós para agradecer a Benoît Guillon, Jean-Côme Charpentier, e Sébastien Mengin que trabalharam no projeto interno do livro. Benoît é o autor principal do dblatex - a ferramenta que usamos para converter o DocBook em LaTeX (e em PDF). Sébastien é o designer que criou este belo layout do livro e Jean-Côme é o especialista em LaTeX que implementou ele como uma folha de estilo utilizável com dblatex. Obrigado rapazes por todo o trabalho duro!
Finalmente, obrigado a Thierry Stempfel pelas belas figuras inseridas em cada capítulo, e obrigado a Doru Patrascu pela bela capa do livro.

6.3. Obrigado Tradutores

Ever since the book has been freed, many volunteers have been busy translating it to numerous languages, such as Arabic, Brazilian Portuguese, German, Italian, Spanish, Japanese, Norwegian Bokmål, etc. Discover the full list of translations on the book's website: https://debian-handbook.info/get/#other
Nós gostariamos de agradecer a todos os tradutores e revisores. O seu trabalho é muito apreciado porque ele leva o Debian para milhões de pessoas que não sabem inglês.

6.4. Agradecimentos pessoais de Raphaël

Primeiro, eu gostaria de agradecer a Nat Makarévitch, que me ofereceu a possibilidade de escrever este livro e que forneceu uma orientação muito forte durante o ano que levou para fazê-lo. Obrigado também à boa equipe da Eyrolles, e Muriel Shan Sei Fan em particular. Ela foi muito paciente comigo e eu aprendi muito com ela.
O período das campanhas na Ulule exigiu muito de mim, mas eu gostaria de agradecer a todos que ajudaram a torná-las um sucesso, e em particular à equipe da Ulule que respondeu muito rapidamente aos meus pedidos. Obrigado também a todos que promoveram as operações. Eu não tenho qualquer lista exaustiva (e se eu tivesse seria provavelmente muito longa), mas eu gostaria de agradecer a algumas pessoas que estavam em contato comigo: Joey-Elias Sneddon e Benjamin Humphrey da OMG! Ubuntu, Florent Zara da LinuxFr.org, Manu da Korben.info, Frédéric Couchet da April.org, Jake Edge da Linux Weekly News, Clement Lefebvre do Linux Mint, Ladislav Bodnar do Distrowatch, Steve Kemp do Debian-Administration.org, Christian Pfeiffer Jensen do Debian-News.net, Artem Nosulchik de LinuxScrew.com, Stephan Ramoin do Gandi.net, Matthew Bloch do Bytemark.co.uk, a equipe da Divergence FM, Rikki Kite da Linux New Media, Jono Bacon, a equipe de marketing da Eyrolles, e muitos outros que esqueci (me desculpem por isto).
Gostaria de enviar um agradecimento especial a Roland Mas, meu co-autor. Colaboramos neste livro desde o início e ele sempre esteve à altura do desafio. E devo dizer que a conclusão do Manual do Administrador Debian foi muito trabalhosa…
Por último mas não menos importante, agradeço à minha esposa, Sophie. Ela deu muito apoio ao meu trabalho neste livro e para o Debian em geral. Houve muitos dias (e noites), quando eu a deixei sozinha com nossos 2 filhos para fazer algum progresso no livro. Eu sou grato pelo seu apoio e sei quanta sorte eu tenho por tê-la.

6.5. Agradecimentos pessoais de Roland

Bem, Raphaël já antecipou a maior parte dos agradecimentos "externos". Eu vou enfatizar o meu agradecimento pessoal para o pessoal da Eyrolles, com quem a colaboração tem sido sempre agradável e tranquila. Esperamos que os resultados de seus excelentes conselhos não se percam na tradução.
Eu estou extremamente grato a Raphaël por assumir a parte administrativa da edição em inglês. De organizar a campanha de financiamento até os últimos detalhes da diagramação do livro, produzir um livro traduzido é muito mais do que apenas traduzir e revisar, e Raphaël fez (ou delegou e supervisionou) tudo. Então, obrigado.
Obrigado também a todos aqueles que mais ou menos diretamente contribuíram para este livro, fornecendo esclarecimentos ou explicações, ou conselhos de tradução. Eles são muitos para mencionar, mas a maioria deles podem ser encontrados em vários canais de IRC #debian-*.
Há, naturalmente, alguma sobreposição com o conjunto anterior de pessoas, mas agradecimentos específicos ainda valem para as pessoas que realmente fazem o Debian. Muito deste livro não existiria sem eles, e eu ainda estou admirado com o que o projeto Debian como um todo produz e disponibiliza para qualquer pessoa.
Mais agradecimentos pessoais vão para os meus amigos e clientes, por sua compreensão quando eu estava mais ausente, pois estava trabalhando neste livro, e também pelo seu apoio, incentivo e orientação constantes. Você sabe quem você é; obrigado.
E, finalmente, estou certo de que ficariam surpresos ao ser mencionado aqui, mas gostaria de estender minha gratidão a Terry Pratchett, Jasper Fforde, Tom Holt, William Gibson, Neal Stephenson, e, claro, o falecido Douglas Adams. As incontáveis horas que passei desfrutando seus livros são diretamente responsáveis por eu ser capaz de fazer parte na tradução e também escrever novas partes de um livro eu próprio.