Apêndice A. Gerir o seu sistema buster antes da actualização

Índice

A.1. Actualizar o seu sistema buster
A.2. Verificar os seus ficheiros source-list APT
A.3. Remover ficheiros de configuração obsoletos

Este apêndice contém informação sobre como ter a certeza que pode instalar e actualizar os pacotes da buster antes que actualize para a bullseye. Deverá ser apenas necessário em situações específicas.

A.1. Actualizar o seu sistema buster

Basicamente isto não é diferente de qualquer outra actualização de buster que tem vindo a fazer. A única diferença é que primeiro tem de se certificar que a sua lista de pacotes ainda contém referências a buster conforme é explicado em Secção A.2, “Verificar os seus ficheiros source-list APT”.

Se actualizar o seu sistema utilizando um mirror Debian, será automaticamente actualizado para a última versão da buster.

A.2. Verificar os seus ficheiros source-list APT

Se em alguma das linhas nos seus ficheiros source-list APT (veja sources.list(5)) contiver referências a stable, já está efectivamente a apontar para bullseye. Isto poderá não ser o que deseja se ainda não estiver pronto para a atualização. Se já correu apt update, ainda pode voltar atrás sem quaisquer problemas seguindo o procedimento abaixo.

Se já instalou pacotes da bullseye, então provavelmente já não fará muito sentido a instalação de pacotes da buster. Neste caso terá que decidir se quer continuar ou não. É possível baixar de versão nos pacotes, mas este aspecto não é coberto aqui.

Como root, abra o ficheiro source-list APT relevante (tal como /etc/apt/sources.list) com o seu editor favorito e verifique todas as linhas que comecem por deb http:, deb https:, deb tor+http:, deb tor+https:, URIs: http:, URIs: https:, URIs: tor+http ou URIs: tor+https para alguma referência a stable. Se encontrar alguma, altere stable para buster.

Se tiver quaisquer linhas que comecem por deb file: ou URIs file:, terá de verificar se a localização para onde se referem contém um arquivo buster ou bullseye.

[Importante]Importante

Não altere nenhuma linha que comece por deb cdrom: ou por URIs cdrom:. Ao fazê-lo pode invalidar a linha e terá que correr novamente apt-cdrom. Não se alarme se uma linha da fonte cdrom se referir unstable. Apesar de confuso, isto é normal.

Se efectuar algumas alterações, grave o ficheiro e execute

# apt update

para refrescar a lista de pacotes.

A.3. Remover ficheiros de configuração obsoletos

Antes de actualizar o seu sistema para bullseye, é recomendado remover os ficheiros de configuração antigos (tais como os ficheiros *.dpkg-{new,old} em /etc) do seu sistema.