Resolução Geral: Emenda editorial ao contrato social

Linha do Tempo

Proposta e emendas Janeiro de 2004 Março de 2004
Período de Discussão Domingo, 28 de Março de 2004, 23:59:59 UTC Domingo, 11 de Abril de 2004, 23:59:59 UTC
Período de Votação Domingo, 11 de Abril de 2004, 23:59:59 UTC Domingo, 25 de Abril de 2004, 23:59:59 UTC

Proponente

Andrew Suffield [asuffield@debian.org]

Padrinhos

  1. Chad C. Walstrom [chewie@debian.org]
  2. Remi Vanicat [vanicat@debian.org]
  3. Steve Langasek [vorlon@debian.org]
  4. Branden Robinson [branden@debian.org]
  5. Jochen Voss [voss@debian.org]

Texto

Explicações detalhadas destas emendas estão disponíveis; O texto da RG é:

O texto do Contrato Social deve ser substituído por:

1. O Debian permanecerá 100% livre

Nós fornecemos definições que nós usamos para determinar se um
trabalho é "livre" no documento intitulado "Definição Debian de
Software Livre". Nós prometemos que o sistema Debian e todos os
seus componentes serão livres de acordo com estas definições.
Nós vamos suportar aqueles que criarem ou usarem trabalhos livres
ou não no Debian. Nós nunca vamos fazer o sistema precisar do uso
de um componente não-livre.

2. Nós retribuiremos para a comunidade do software livre

Quando escrevermos novos componentes do Sistema Debian, nós
os licenciaremos consistentemente com a Definição Debian de
Software Livre. Iremos fazer o melhor sistema que pudermos,
de modo que trabalhos livres sejam amplamente distribuídos e
usados. Nós iremos comunicar coisas como correções de bugs,
aperfeiçamentos e pedidos dos usuários para os autores
originais dos trabalhos incluídos em nosso sistema.

3. Nós não esconderemos problemas

Iremos manter todo o nosso banco de dados de relatório de bugs
aberto para a visualização pública todo o tempo. Relatórios
enviados ficarão imediatamente visíveis para todos os outros.

4. Nossas prioridades são nossos usuários e o software livre

Nós seremos guiados pelas necessidades de nossos usuários e
pela comunidade de software livre. Colocaremos seus interesses em
primeiro lugar nas nossas prioridades. Apoiaremos as necessidades
de nossos usuários para operação em muitos tipos diferentes de
ambiente computacional. Não faremos objeção a trabalhos não-livres
feitos para rodar em sistemas Debian, ou tentar cobrar dinheiro
daqueles que criarem tais trabalhos. Permitiremos a outros criarem
distribuições contendo ambos o sistema Debian e outros trabalhos,
sem cobrar qualquer taxa. Para apoiar estes objetivos, forneceremos
um sistema integrado de materiais de alta qualidade sem restrições
legais que possam impedir estes tipos de uso do sistema.

5. Trabalhos que não atendem nossos padrões de software livre

Nós reconhecemos que alguns de nossos usuários precisam usar
trabalhos que não se atendem a Definição Debian de Software Livre.
Nós criamos as áreas "contrib" e "non-free" em nosso repositório
para estes trabalhos. Os pacotes nestas áreas não fazem parte do
sistema Debian, embora tenham sido configurados para uso com o
Debian. Nós encorajamos fabricantes de CDs a lerem as licenças dos
pacotes nestas áreas e determinar se eles podem distribuir os
pacotes em seus CDs. Assim, embora os trabalhos não-livres
não sejam parte do Debian, nós suportamos seu uso e fornecemos
infraestrutura para pacotes não-livres (como nosso sitema de
gerenciamento de bugs e listas de discussão).
	    

Como isto modifica o Contrato Social, é necessária uma maioria 3:1 para passar.

Quorum

Com 911 desenvolvedores, nós temos:

 Contagem atual de desenvolvedores = 911
 Q ( sqrt(#desenvolvedores) / 2 )  = 15.0913882727866
 K min(5, Q )                      = 5
 Quorum  (3 x Q )                  = 45.2741648183597
 
 Opção 1 alcançou o quorum: 174> 45.2741648183597
           

Dados e Estatísticas

Algumas estatísticas sobre as cédulas e confirmações enviadas periodicamente durante o período de votação foram coletadas. Adicionalmente, a lista de pessoas que votaram já está disponível. A planilha de resultados também está presente (Note que enquanto a votação está em progresso esta é uma planilha vazia).

Maioria Requerida

Esta proposta precisa de uma maioria 3:1, uma vez que ela modifica o Contrato Social, um documento fundamental.

Optção 1 passou a Maioria.               4.462 (174/39)> 3
             

Resultado

A vencedora é: Opção 1 Escolha 1: Alterar o Contrato Social [maioria 3:1 necessária]

Matriz de Confrontos
  Opção 1 Opção 2
Opção 1   174
Opção 2 39  

Opção 1 derrota a Opção 1 por (174 - 39) = 135 votos.


Manoj Srivastava