Debian em CDs

Dúvidas frequentes - FAQ

Afinal, o que é uma imagem de CD?

Uma imagem de CD é um arquivo comum de computador que contém a representação exata dos dados que estão no CD e que pode, por exemplo, ser transmitido pela internet. Os programas para gravar o CD podem usar arquivos de imagem para criar CDs reais.

No Debian, usamos a expressão imagem de CD como uma forma comum de descrever uma variedade de coisas, muitas das quais nem cabem em um CD! O nome é antigo, mas ficou. Nós regularmente construímos vários tipos diferentes de imagem:

Em muitos casos, esses instaladores e imagens live podem ser gravados diretamente em unidades flash USB (pendrives) sem envolver nenhum CD; veja abaixo. Não se desanime com o nome imagem de CD!

Para uma imagem escrita corretamente, o arquivo .iso não deve aparecer na mídia quando você a acessa! Em vez disso, você deve ver vários arquivos e diretórios - no caso de uma imagem do instalador Debian, isso inclui um diretório dists e um arquivo README.html.

O formato .iso que usamos para nossas imagens é quase comparável a um arquivo .zip: ele contém outros arquivos e diretórios, e apenas eles aparecerão no final CD/DVD/mídia USB. Alguns programas de gravação permitem que você descompacte arquivos .iso. Não use esta funcionalidade para criar um CD a partir dos arquivos descompactados! A mídia resultante não será inicializada porque o formato .iso inclui informações especiais relacionadas à inicialização do CD/DVD/USB, que são perdidas ao descompactar o arquivo. Veja abaixo como gravar corretamente uma imagem de CD/DVD no Linux, Windows ou Mac OS, ou como gravar uma imagem em uma unidade flash USB (pendrive).

O instalador do Debian me diz que meu hardware precisa de firmware extra para funcionar. Onde posso consegui-lo?

Muitos dispositivos requerem firmware para funcionar. Historicamente, o firmware seria embutido na memória ROM ou Flash do dispositivo, mas cada vez mais, um arquivo do firmware deve ser carregado no dispositivo por um driver de dispositivo durante a inicialização do dispositivo.

Alguns arquivos de firmware são livres e de código aberto, e algumas outras são não livres (non-free), o que significa que você precisará adicionar os repositórios non-free e contrib no seu arquivo sources do APT.

Em alguns casos, o instalador detecta a necessidade de firmware não livre e solicita que o(a) usuário(a) disponibilize o firmware para o instalador concluir a instalação. Isso pode acontecer, por exemplo, com placas de rede sem fio que geralmente requerem firmware não livre para funcionar (veja o ipw2200 para um exemplo).

Existem duas maneiras de proceder aqui:

Minha dúvida não foi respondida por este FAQ!

Se você não encontrar uma resposta para sua dúvida aqui, você pode pedir ajuda em uma das listas de discussão Debian. Em todos os casos você deve procurar nos arquivos da lista de discussão antes de mandar uma mensagem para a lista. Você pode assinar e cancelar a assinatura das listas. Entretanto, não é necessário ser assinante para mandar mensagem para as listas - se você não é assinante, solicite nas respostas que você seja colocado(a) em cópia no campo CC.

Listas de discussão relacionadas aos problemas de instalação do CD:

Por que eu devo usar este programa jigdo? Eu prefiro simplesmente baixar as imagens via HTTP!

Hoje em dia existem aproximadamente 300 espelhos Debian (que contêm a distribuição Debian completa em arquivos .deb), mas bem menos servidores que disponibilizam imagens dos CDs Debian. Como resultado, os servidores de imagens dos CDs estão constantemente sobrecarregados.

Além disso, ninguém é muito entusiasta em configurar mais servidores com imagens de CDs por causa do imenso desperdício de banda (algumas pessoas ficam reiniciando as transferências que falham em vez de continuar a partir do ponto em que a conexão caiu) e porque um espelho comum é mais atrativo (permite atualizações contínuas do Debian, ou o uso das versões teste (testing)/instável (unstable) em vez de uma versão estável (stable)).

O jigdo tenta melhorar a situação, copiando os dados para a imagem do CD de um dos 300 espelhos. Porém, estes espelhos só mantêm arquivos .deb, individuais e não a imagem de CD, assim, é preciso alguma manipulação adicional dos dados para produzir um único grande arquivo de imagem do CD a partir de vários pequenos arquivos .deb.

Não tenha medo de experimentar o jigdo! O processo complexo de geração da imagem do CD é completamente transparente - você ainda se beneficia do fato de que um dos 300 espelhos Debian estará mais próximo e será mais rápido que qualquer um dos servidores de imagens de CD.

Qual das inúmeras imagens eu devo baixar? Preciso de todas?

Não. Primeiro, claro, você precisa baixar somente as imagens de CD ou DVD ou BD - os três tipos de imagens contêm os mesmos pacotes.

Você também só precisa das imagens de CD/DVD/BD para a arquitetura do seu computador. A arquitetura é o tipo de hardware que seu computador usa. De longe, a mais popular é a arquitetura de PC Intel/AMD 64-bit, então a maioria das pessoas só quer obter as imagens para amd64. Se o seu PC tiver um processador mais antigo AMD ou Intel 32-bit, provavelmente você precisará das imagens i386.

Além disso, na maioria dos casos não é preciso baixar todas as imagens para a sua arquitetura. Os pacotes são ordenados pela sua popularidade: o primeiro CD/DVD/BD contém o sistema de instalação e os pacotes mais populares. O segundo contém aqueles um pouco menos populares, o terceiro os menos populares ainda, e assim por diante. Provavelmente você vai precisar apenas do primeiro par de DVDs (ou o primeiro BD, etc) a menos que você tenha necessidades bastante específicas. (E no caso de mais tarde você precisar de um pacote que não esteja em um dos CDs/DVDs/BDs que você baixou, você sempre poderá instalá-lo diretamente da Internet).

Por favor, leia também os próximos parágrafos para determinar se você quer/precisa baixar CDs de instalação via rede, CDs de atualização ou CDs com os códigos-fonte.

O que é um CD netinst ou instalação via rede?

Para citar a página de instalação via rede: Uma instalação via rede ou CD netinst é um único CD que permite a você instalar todo o sistema operacional. Este único CD contém apenas o mínimo de programas para começar a instalação e obter os pacotes restantes através da internet.

Se você quer instalar o Debian em um único computador que tem uma conexão rápida com a internet, a instalação via rede pode ser a opção mais rápida e fácil: você obtém apenas os pacotes que você selecionou para instalação em seu computador, o que economiza tempo e largura de banda.

O que são os CDs/DVDs de atualização?

CDs/DVDs de atualização são CDs/DVDs que contêm todos os pacotes alterados entre o lançamento da versão principal (isto é, 7.0, 8.0, etc) e um ponto de lançamento posterior da versão estável (stable). Por exemplo, se você já possui o conjunto completo de CDs/DVDs debian-8.0.0, você pode adicionar o conjunto de disco debian-update-8.2.0 para transformar este conjunto debian-8.0.0 em um conjunto debian-8.2.0.

Este tipo de CD/DVD se destina a fornecedores que tenham grandes quantidades de CDs/DVDs gerados (o que os torna mais baratos do que gravar individualmente CDs/DVDs). Caso você compre CDs/DVDs de um destes fornecedores, é possível que você receba CDs/DVDs de uma versão um pouco antiga e um CD/DVD adicional para atualizar para a última versão. Este é um modo perfeitamente aceitável de distribuir o Debian em CD/DVD.

Obviamente, este tipo de CD/DVD também pode ser útil para você como usuário(a) final; em vez de criar conjuntos completos de CDs/DVDs para cada nova revisão de um lançamento, você precisa apenas baixar e gravar CDs/DVDs de atualização para sua arquitetura.

Note que esses CDs/DVDs de atualização não servem para inicializar o PC, eles apenas contêm os pacotes necessários para atualizar uma instalação existente. Se você não tem essa instalação existente, então você precisará usar os CDs/DVDs normais de instalação. Após o novo sistema ser inicializado, o CD/DVD de atualização pode ser adicionado com apt-cdrom add.

Agora, e se por algum motivo você não quiser baixar os CDs/DVDs de atualização mesmo já tendo o conjunto completo de CDs/DVDs/BDs da revisão anterior? Neste caso, você deve considerar usar a funcionalidade de atualização do jigdo: o jigdo verificará o conteúdo dos CDs/DVDs/BDs antigos, baixará somente os arquivos que mudaram para os novos CDs/DVDs e criará um conjunto completo de novos CDs/DVDs/BDs. E mais, ele fará isto baixando praticamente a mesma quantidade de dados de um CD/DVD de atualização.

O que são os CDs-fonte?

Há dois tipos de imagens, os CDs binários (binary) que contêm programas pré-compilados e prontos para rodar, e os CDs-fonte (source) que contêm o código-fonte dos programas. A grande maioria das pessoas não precisa dos CDs com os códigos-fonte; você não deve baixá-los a não ser que tenha um bom motivo para isso.

Onde está a imagem de CD com os programas não livres (non-free)?

O Debian tem uma visão bastante rigorosa em relação às licenças de programas: só programas que são livres no mesmo sentido da Definição Debian de Software Livre são permitidos na versão atual. Todos os outros, programas não livres (por exemplo, programas que não tenham seu código-fonte disponível) não são suportados oficialmente.

Os CDs oficiais podem ser usados, copiados e vendidos livremente por qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo. Pacotes da categoria não livres têm restrições que conflitam com isso, portanto estes pacotes não estão nos CDs oficiais.

De vez em quando, alguém de boa vontade cria CDs não oficiais contendo programas não livres. Se você não puder encontrar links neste site, pode tentar perguntar na lista de discussão debian-cd.

Qual a diferença entre imagens oficiais e não-oficiais?

Imagens oficiais são construídas por um(a) participante da equipe do Debian CD e foram submetidas a alguns testes para assegurar que funcionam. Uma vez disponibilizadas, essas imagens nunca mudam - se estiverem defeituosas, um novo conjunto com número de versão diferente é disponibilizado.

Imagens não oficiais podem ser construídas por qualquer um(a) - membros(as) da equipe do CD, outros(as) desenvolvedores(as) Debian ou mesmo usuários(as) Debian avançados(as). Tipicamente, elas são mais atualizadas, mas foram menos testadas. Algumas têm novas características (por exemplo, suporte para instalação de novo hardware), ou contêm pacotes de software adicionais que não fazem parte do repositório Debian.

Existe uma imagem live do Debian disponível?

Sim. A chamada imagem live (live CD), ou mais precisamente, um sistema live, é um sistema completo preparado para um DVD, pendrive USB ou outra mídia. Você não precisa instalar nada no disco rígido. Em vez disso, você inicializa a partir da mídia (DVD ou pendrive USB) e pode começar a trabalhar na máquina imediatamente. Todos os programas são executados diretamente na mídia.

O Projeto Debian Live produz arquivos de imagem live para uma variedade de tipos de sistema e mídia.

O CD/DVD/BD falha na inicialização! Eu devo inicializar com qual disco?

Somente o primeiro CD/DVD/BD de um conjunto é inicializável.

Se o seu disco Debian falhar ao inicializar, primeiro certifique-se de que você o gravou corretamente na mídia - por favor, veja a explicação acima. Além disso, verifique se a BIOS está configurada para inicializar a partir da unidade óptica ou USB.

Onde estão as imagens para M68K, Hurd ou outras arquiteturas?

Dependendo do estado atual do suporte para determinada arquitetura, as imagens de CD/DVD estão disponíveis em lugares diferentes:

Existem imagens disponíveis para a versão instável (unstable)?

Não há imagens completas de CD/DVD/BD para a instável (unstable). Isto deve-se ao fato de que os pacotes da instável (unstable) mudam rapidamente, é mais apropriado que as pessoas baixem e instalem a instável (unstable) usando um espelho normal HTTP Debian.

Se você está ciente dos riscos de usar a instável (unstable), mas ainda assim quer instalá-la, você tem algumas opções:

Qual imagem de CD/DVD/BD contém o pacote XYZ?

Para descobrir qual imagem contém um certo arquivo, use a ferramenta de pesquisa cdimage. Ela tem conhecimento de quase todos os CDs/DVDs/BDs do Debian produzidos pelo Debian desde o lançamento 3.0 (Woody), cobrindo todas as versões oficiais (tanto as versões mais antigas arquivadas quanto a versão estável atual) e os conjuntos atuais de construções diárias e semanais da teste (testing).

Posso obter uma lista com todos os pacotes contidos em uma imagem?

Sim. Procure em cdimage.debian.org o arquivo .list.gz correspondente - ele lista todos os pacotes e arquivos fonte incluídos na imagem. Para imagens Debian Live, você pode encontrar no mesmo diretório dos arquivos da imagem alguns arquivos com nomes semelhantes com o sufixo .packages. Baixe-os e procure o nome do pacote desejado.

Os programas nos CDs oficiais estão ultrapassados - por que vocês não liberam uma nova versão?

Nós apenas fazemos lançamentos oficiais da versão estável (stable) quando achamos que elas realmente merecem este nome. Infelizmente, isso significa que versões estáveis só são liberadas a cada 2 anos...

Se você precisar de versões mais recentes de algum programa no Debian, você pode instalar a estável (stable) e então atualizar (via internet) aquelas partes que quiser para as versões da teste (testing) - é possível misturar programas de versões diferentes.

Outra alternativa é experimentar as imagens de CD da distribuição teste (testing) que são geradas automaticamente toda semana. Mais informações sobre suporte à segurança na versão teste (testing) estão disponíveis no FAQ de segurança.

Se você só precisa das versões mais novas de pacotes específicos, você também pode experimentar o serviço backports, que pega pacotes da teste (testing) e modifica-os para funcionar na estável (stable). Essa opção pode ser mais segura do que instalar o mesmo pacote diretamente da teste (testing)

Como sei que estou baixando a imagem mais recente do CD?

A nota no rodapé da página "Debian em CD" sempre mostra o número da versão do lançamento mais recente.

Como posso checar se a imagem ISO foi baixada e gravada corretamente na mídia óptica?

Informações detalhadas sobre como autenticar o arquivo de checksum assinado contendo os checksums dos arquivos de imagem ISO estão disponíveis na página de verificação de autenticidade. Depois de verificar criptograficamente os arquivos de checksum, podemos verificar que:

O problema com a verificação de mídias ópticas gravadas é que alguns tipos de mídias possivelmente retornarão mais bytes que os encontrados na imagem ISO. Este lixo remanescente é impossível de evitar com o CD escrito em modo TAO, DVD-R[W] gravado incrementalmente, DVD-RW formatado, DVD+RW, BD-RE, e também dispositivos USB. Assim, precisamos ler exatamente o mesmo número de setores de dados da mídia como se encontra na imagem ISO em si; ler quaisquer bytes adicionais da mídia irá alterar o resultado do checksum.

Outra alternativa é um útil script de ajuda chamado check_debian_iso com o qual se pode verificar arquivos de imagem ISO e mídia óptica, lendo o montante de bytes apropriado da mídia e então calculando o checksum e comparando-o contra o arquivo de checksum.

Por que minha imagem de DVD baixada é menor que 1 GB quando deveria ser maior que 4 GB?

Provavelmente, a ferramenta que você usa para baixar a imagem não tem suporte a arquivos grandes, isto é, ela tem problemas em baixar arquivos maiores de 4 GB. O sintoma comum para este problema é que quando você baixa o arquivo, o tamanho do arquivo informado por sua ferramenta (e a quantidade de dados que ela baixa) é pequeno demais e nunca maior do que 4 GB. Por exemplo, se a imagem do DVD tiver 4.4 GB, sua ferramenta informará um tamanho de 0,4 GB.

Algumas versões antigas do wget também sofrem deste problema - ou atualize para uma versão do wget que não tenha esta restrição ou use a ferramenta para baixar em linha de comando curl: curl -C - [URL]

Como eu gravo uma imagem ISO no Linux/Unix?

Note que as imagens ISO do Debian para i386, amd64 e arm64 são também inicializáveis a partir de um dispositivo USB; veja abaixo.

xorriso para todos os tipos de mídias ópticas (também usável por usuários(as) não root):
xorriso -as cdrecord -v dev=/dev/sr0 -eject debian-x.y.z-arch-MEDIUM-NN.iso
A fim de obter a velocidade nominal total quando gravar para o BD-RE (isto é, sem a morosidade causada pelos gerenciamento de defeito interno do drive), adicione a opção stream_recording=on.

growisofs para tipos de mídias ópticas DVD e BD:
growisofs -dvd-compat -Z /dev/sr0=debian-x.y.z-arch-MEDIUM-NN.iso

wodim para tipos de mídia óptica de CD:
wodim -v dev=/dev/sr0 -eject -sao debian-x.y.z-arch-CD-NN.iso

Para Linux, há também os programas gráficos Brasero, K3B, e o X-CD-Roast, só para listar alguns. Note que eles são todos interfaces gráficas para as aplicações de gravação de baixo nível mencionadas anteriormente.

Brasero
Selecione o botão Queimar uma imagem. Então, clique em Clique aqui para selecionar uma imagem de disco, navegue e selecione seu arquivo ISO baixado, verifique se as configurações em Propriedades estão corretas e escolha Criar Imagem.
K3b
Selecione o menu Ferramentas - CD - Queimar imagem de CD. Na janela que abre, informe o caminho para a imagem no campo Imagem para Queimar, verifique se os outros campos estão corretos, então clique em Iniciar.
X-CD-Roast
Após o programa iniciar, clique em Setup escolha a aba HD settings. Copie a imagem do CD Debian para um dos diretórios que são mostrados na tabela. (Se a tabela estiver vazia, digite o caminho de um diretório que você queira usar para armazenamento temporário, e clique em Add). Clique em OK para sair da configuração. A seguir, selecione Create CD e então Write Tracks. Escolha a aba Layout tracks, selecione a linha que mostra o nome do arquivo de imagem e clique em Add e então clique em Accept track layout. Finalmente, clique em Write tracks.

Como eu gravo uma imagem ISO no Windows?

Em versões recentes do Windows, isso pode ser feito nativamente clicando com o botão direito do mouse na ISO e selecionando "Gravar imagem em disco (ou semelhante)".

Isto pode ser um pouco problemático em versões antigas do Windows, já que vários programas de gravação de imagem para Windows usam formatos próprios para as imagens de CD. Para gravar as imagens .iso você provavelmente terá que usar um menu especial. Procure por opções do tipo arquivo ISO9660, imagem ISO Raw ou 2048 bytes/setor. (Nota: outros valores de bytes/setor são fatais!). Alguns programas não oferecem essas opções; use então outro programa para gravar (peça ajuda a seus(suas) colegas ou amigos(as)). Aqui estão algumas informações de como gravar imagens de CD com produtos específicos:

ImgBurn (Gratuito)
telas capturadas de como gravar uma imagem em CD/DVD
CDBurnerXP Pro (Gratuito)
O processo para escrever uma imagem .iso está descrito no manual do programa.
Roxio Easy-CD Creator
A partir do menu File, escolha Create CD from image.... Selecione então o tipo de arquivo .iso e a imagem correta. Isso abre a interface para criação do CD, verifique ali se todas as informações para o seu CD-R estão corretas. Na parte Create options, escolha Create CD; em Write method, escolha Track at once e Close CD.
Nero da Ahead Software
Desabilite o Assistente e então selecione Burn Image do menu File ou Recorder. Selecione All Files na janela de seleção de arquivos, se necessário. Selecione o arquivo .iso, clique em OK na caixa de diálogo this is a foreign file, caso uma seja exibida. Na caixa de opções que abrir, os padrões devem ser adequados: Data Mode 1, Block Size 2048, Raw Data, Scrambled, and Swapped não selecionados, Image Header e Image Trailer marcados em 0. Clique em OK. Na caixa Write CD ou Burn, use as opções padrão, ou seja, Write e Determine maximum speed, marque a opção Finalize CD.
Microsoft Resource Kit Tools
As ferramentas de linha de comando Resource Kit Tools são fornecidas pela Microsoft sem custos. Elas trabalham com Windows 2003 e XP. Dois programas para escrever imagens de CD e DVD estão inclusos, eles são chamados Cdburn.exe e Dvdburn.exe. O uso desses programas é descrito no arquivo de ajuda que acompanha as ferramentas - essencialmente, o comando a ser executado é algo como cdburn unidade: arquivo.iso /speed max

Se você tiver informações atualizadas ou detalhes sobre outros programas, por favor nos informe.

Como eu gravo uma imagem ISO no MacOS?

Há relatos de que o programa Toast para MacOS funciona bem com arquivos .iso. Você pode ser mais precavido modificando o código do criador para CDr3 (ou até CDr4) e o código de tipo para iImg usando por exemplo o FileTyper. Um duplo clique no arquivo abrirá o Toast direto, sem a necessidade de pegar-e-arrastar ou ir através do menu File-Open.

Outra opção é o Disk Utility (que está incluído no MacOS X 10.3 e posteriores): após abrir o aplicativo DiskUtility (na pasta /Applications/Utilities), selecione Burn... no menu Image e escolha a imagem de CD a ser gravada. Verifique se as configurações estão corretas, então clique em Burn.

Outra opção é o Disk Copy (que está incluído no MacOS X 10.1 e posteriores): após abrir o aplicativo Disk Copy (na pasta /Applications/Utilities), selecione Burn Image... no menu Image e escolha a imagem de CD a ser gravada. Verifique se as configurações estão corretas, então clique em Burn.

Como eu gravo uma imagem de CD/DVD/BD em um pendrive USB?

Diversas imagens de CD do Debian e do Debian Live, em especial todas as imagens i386, amd64 e arm64, são criadas usando tecnologia isohybrid, o que significa que elas podem ser usadas de duas formas diferentes:

Em uma máquina com Linux, simplesmente use o comando cp para copiar uma imagem para o dispositivo USB.

cp <arquivo> <dispositivo>

Alternativamente você também pode usar o dd:

dd if=<arquivo> of=<dispositivo> bs=4M; sync

onde:

Adicionalmente ao método acima, em sistemas Linux, existe também disponível o programa win32diskimager, que permite escrever tais dispositivos USB inicializáveis no Windows. Dica: o win32diskimager, aparentemente, listará apenas arquivos de entrada com nome *.img por padrão, enquanto as imagens Debian são nomeadas *.iso. Altere o filtro para *.* se você usa essa ferramenta.

Por favor, note que o Debian orienta a não usar o unetbootin para essa tarefa. Ele pode causar problemas difíceis de diagnosticar durante a inicialização e instalação, então ele não é recomendado.

Como devo identificar os CDs?

Não há uma forma obrigatória de identificação. Porém sugerimos o seguinte esquema para facilitar o manuseio:

Debian GNU/{Linux|Hurd|kFreeBSD} <versão>[<revisão>]
Oficial {<arquitetura>} {CD|DVD|BD}-<número>

Por exemplo:

Debian GNU/Linux 6.0.3
i386 oficial CD-1

Debian GNU/Linux 6.0.3
amd64 oficial DVD-2

Debian GNU/Linux 6.0.3
fonte oficial BD-1

Debian GNU/kFreeBSD 6.0.3
i386 oficial CD Netinst

Se tiver espaço suficiente, você pode adicionar também o codinome na primeira linha, assim: Debian GNU/Linux 6.0.3 Squeeze.

Note que você pode usar a designação oficial somente em CDs em que a imagem contenha um checksum que seja igual a um dos arquivos jigdo da distribuição oficial. Qualquer CD que não tenha o mesmo checksum (criados por você, por exemplo) deve ser claramente identificado como não oficial, por exemplo:

Debian GNU/Linux 6.0.3
Não oficial Não livre

No caso de snapshots semanais oficiais, os números de versão como 6.0.3 não devem ser utilizados para evitar confusão com as versões lançadas do Debian. Em vez disso, nomeie as imagens com um codinome como etch ou uma versão como teste (testing). Também adicione Snapshot e a data do snapshot para ajudar a identificá-lo:

Debian GNU/Linux etch
Snapshot oficial alpha Binário-2
2005-06-17

Há alguma ilustração para os CDs e para as capas?

Não há desenhos oficiais para as capas, contracapas ou para a etiqueta do CD/DVD/BD do Debian, mas várias pessoas produziram ótimos desenhos. Por favor veja a página de ilustrações à parte.

Imagens antigas de CD/DVD/BD ainda continuam disponíveis?

Algumas imagens antigas estão disponíveis a partir da seção de arquivos em cdimage.debian.org. Por exemplo, você pode querer testar imagens antigas se você quer ter suporte a uma determinada (sub)arquitetura que foi retirada de um lançamento mais recente.

Note que quando você instala usando um CD/DVD muito antigo (pré 4.0, Etch), o conteúdo do /etc/apt/sources.list vai apontar para a versão atual do Debian estável (stable) por padrão. Isto significa que qualquer atualização pela internet vai atualizar para a versão estável (stable) atual.

Qual é o melhor caminho para instalar o Debian em vários computadores interconectados?

Se você quer instalar o Debian em uma grande quantidade de máquinas e então manter todas estas instalações atualizadas (atualizações de segurança, por exemplo), a instalação a partir de uma mídia óptica não é o ideal, e nem a partir da internet, já que os pacotes deverão ser baixados novamente em cada máquina. Neste caso, você deve configurar um cache local, sendo três as opções:

A instalação em um grande número de máquinas pode ser complicada. O programa Fully automatic installation (FAI), que também está disponível como um pacote Debian, pode ajudá-lo nessa tarefa

Eu tenho um espelho (mirror) local do Debian e gostaria de criar meus próprios CDs/DVDs/BDs. Como faço isso?

Além do espelho local do Debian, também é necessária uma grande quantidade de espaço em disco. Os scripts de criação de imagem estão no pacote debian-cd. Entretanto, uma ideia melhor é usar o código mais recente do git. (Ainda assim você deve dar uma olhada nas dependências do pacote para se certificar de que tem todas as ferramentas necessárias).

Para obter a última versão do git, verifique se o git está instalado. De um diretório vazio execute o seguinte comando:

git clone https://salsa.debian.org/images-team/debian-cd.git

Você deve tentar usar os scripts, veja os arquivos da lista de discussão debian-cd para soluções dos problemas que inevitavelmente vão aparecer. :-)

Como eu faço para me tornar um espelho das imagens de CD/DVD/BD do Debian (mirror)?

Os passos necessários para montar seu espelho de imagens de CD Debian e mantê-lo atualizado estão descritos em uma página separada.

Algumas imagens estão faltando! Somente as n primeiras imagens estão disponíveis! Onde está o resto?

Nós não armazenamos/disponibilizamos o conjunto completo de imagens ISO de todas as arquiteturas, para reduzir a quantidade de espaço ocupado nos espelhos. Você pode usar a ferramenta jigdo para recriar as imagens ISO faltantes.